29.9 C
Piauí
6 de fevereiro de 2023
Cidades em Foco
GeralPolícia

Acusado de matar a namorada a facadas é condenado a 14 anos de prisão

Foto: Arquivo Pessoal

O juiz Antônio Francisco Gomes de Oliveira, da 1ª Vara da Comarca de Piripiri, em decisão de 30 de novembro, condenou a 14 anos de prisão Adriano Gomes da Silva pelo assassinato da namorada Cléia Marques da Silva em 2019, no município de Piripiri, a 165 km de Teresina.

De acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público, o crime ocorreu no dia 9 de setembro de 2019, por volta das 21h30, na residência do casal no bairro Matadouro.

Eles estavam juntos há 5 anos, mas somente no dia 8 de setembro, ou seja, um dia antes do crime, é que foram morar juntos. No dia 9 de setembro, ele teria chegado em casa embriagado e iniciou uma briga com a namorada, que foi esfaqueada. Devido aos gritos de socorro, as vizinhas chamaram a Polícia Militar.

Uma equipe do Samu chegou a ser acionada, mas chegando ao local constatou a morte da vítima a facadas. Adriano foi preso logo depois pela Polícia Militar.

O caso foi julgado no dia 30 de novembro deste ano, e Adriano foi condenado a 14 anos, 5 meses e 7 dias de prisão. “As circunstâncias são graves, porquanto a vítima foi executada, à noite, quando se encontrava sozinha, dentro de sua própria residência, local onde se espera, razoavelmente, harmonia, paz e sossego. As consequências não extrapolaram o prescrito pelo tipo penal. O comportamento da vítima em nada contribuiu para a prática delitiva”, afirmou o juiz Antônio Oliveira.

Fonte: Bárbara Rodrigues / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais