21.9 C
Piauí
23 de outubro de 2019
Cidades em Foco
Geral Polícia

Acusado de matar pintor esfaqueado por conta de celular vai a júri popular no Piauí

Jordy Oliveira, 24 anos, vai ser submetido a julgamento pelo Tribunal do Júri em Parnaíba, Litoral do Piauí. De acordo com o Diário de Justiça, publicado nesta terça-feira (8), o jovem é acusado de matar o pintor Francitonio das Neves Santos, 22 anos, e responde por homicídio qualificado por motivo torpe e por recurso que dificultou a defesa da vítima.

O crime aconteceu no dia 16 de maio de 2019. Segundo a Polícia Civil, a motivação seria uma rivalidade entre os jovens. A investigação apontou que uma amiga de Jordy teria dito a ele que a vítima havia furtado o seu celular. O crime aconteceu em seguida.

Francitonio foi morto com duas perfurações de faca na região das costas. Conforme o juiz Georges Cobiniano Sousa de Melo, da 1ª Vara Criminal de Parnaíba, os depoimentos das testemunhas evidenciaram indícios de que Jordy foi o autor do crime.

Cinco pessoas que prestaram depoimento afirmam ter visto o réu matar a vítima. Uma das testemunhas relatou que viu o acusado por cima da vítima e que depois viu Francitonio cambaleando.

Réu alega que era ameaçado

Ao ser interrogado, o réu alegou que era ameaçado pela vítima e no momento da morte eles estavam brigando. O acusado disse ainda que a faca utilizada era da vítima, que ele pegou o objeto quando ele caiu no chão e esfaqueou Francitonio nas costas.

Jordy deixou Parnaíba logo após o crime e só foi localizado pela polícia em junho deste ano, quando foi preso em Camocim, no Ceará, em cumprimento a mandado de prisão preventiva.

Fonte: G1 -PI

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais