24.8 C
Piauí
6 de dezembro de 2022
Cidades em Foco
GeralPiauí

Aeroporto de Teresina registra dois relatos de raio laser contra aeronaves; danos causam riscos em operações

Avião / Foto: Divulgação / Governo do Brasil

A concessionária CCR Aeroportos, que administra o Aeroporto de Teresina, registrou dois relatos de interferência de raio laser contra aeronaves na capital piauiense em 2022. O uso indevido de ponteiras de raio laser contra cabines de comando das aeronaves é um risco potencial para a segurança das operações aéreas.

Segundo o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), o raio laser, quando apontado contra a cabine de comando de um avião, provoca distração, ofuscamento e cegueira momentânea, que podem comprometer a habilidade dos pilotos durante os procedimentos de pousos e decolagens, que são os momentos mais delicados do voo.

Os danos podem levar à situação extrema de perda de controle em voo, em especial, nos casos de aeronaves tripuladas por um único piloto.

“A concessionária solicita o apoio da população para que não use indevidamente raio laser, assim todos colaboram para não colocar em risco a vida dos passageiros e tripulantes que estão a bordo de uma aeronave”, destaca a gerente do Aeroporto de Teresina, Sandra Neves.

Vale ressaltar que, conforme o Código Penal, Art. 261, expor a perigo aeronave ou praticar qualquer ato que possa impedir ou dificultar a navegação aérea é crime, com pena de dois a cinco anos de prisão.

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais