28.9 C
Piauí
24 de outubro de 2020
Cidades em Foco
Geral Picos

Agespisa registra 100 casos de furto de água em Picos somente em 2018

A Agespisa intensificou desde o mês de fevereiro a fiscalização para combater as ligações clandestinas de água, conhecida como “gato”, a companhia registrou nos primeiros meses de 2018, 100 casos de furtos de água em Picos.

De acordo com o coordenador regional da Agespisa, Sérgio Alves, quando identificado o furto da água, o fraudador é notificado e orientado a comparecer à Agespisa, para o pagamento da multa e regularizar a sua situação. Em casos mais graves, quem pratica essas fraudes pode responder criminalmente por furto.

“Nós levamos para a delegacia os casos mais extremos, sempre procuramos conversar com o usuário. Quando encontramos um desvio, o usuário é autuado pela Agespisa, tiramos fotos, fazemos a filmagem e, em seguida, a água é desligada e ele é direcionado para ir até Agespisa. Com o pagamento da multa nós reativamos a água, sem a irregularidade, ou seja, sem o desvio, poucos casos nós chegamos a ir à delegacia para fazer o BO (Boletim de Ocorrência). Dos 100 casos de desvio notificados, 95 % já foram pagos e restabelecidas as ligações”, disse.

Sérgio fala que devido ao aumento de fraudes de água na cidade de Picos, foi necessário ampliar o número de fiscais. “Esse trabalho de fiscalização já está sendo feito constantemente, só que em dois meses para cá, nós intensificamos nossa fiscalização, nós tínhamos apenas uma equipe de fiscalização, hoje nós contamos com cinco equipes devido o crescimento de fraudes de água e nos hidrômetros, estamos fazendo um rodízio de funcionários para que seja mais intensa e mais rigorosa”, explica.

 

Fonte: GrandePicos

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais