28.9 C
Piauí
21 de setembro de 2020
Cidades em Foco
Geral Queimada Nova

Água encanada em Queimada Nova agora só depende da disposição da Equatorial

A população de Queimada Nova a anos sofre com a falta de água, problema esse que aparentemente pode estar próximo de ser resolvido para parte da população inicialmente. A cidade atualmente já conta com 60% de sua área urbana com a tubulações instaladas e prontas para receber água.

Até aí tudo certo, entretanto, a demora para água chegar as torneiras tem ocasionado muita impaciência e críticas dos moradores, tanto nas ruas quanto nas redes sociais, o que a maioria não sabe é o motivo de toda essa demora.

A que tudo indica a espera agora é por conta da empresa fornecedora de Energia Equatorial, que não tratado a situação com mesma importância que o povo, retardado a instalação da energia para casa de bombas e estação de tratamento no ponto de captação, na barragem Serra do Brejo zona rural do município.

Com a instalação elétrica feita não haverá mais nada que interrompa os 28 anos de espera dos habitantes queimadanovense de acordo a prefeitura, a assessoria de comunicação informou que a solicitação para instalação já foi feita junto companhia elétrica, mas que segue mantendo contato constantemente com a empresa para que venham realizar esse último passo restante para entrega da obra.

ÁGUA E SANEAMENTO

Através de rede social o secretário de Recursos Hídricos do município, João Rodrigues, confirmou as informações repassadas, e abordou também sobre o sistema de saneamento básico para a cidade, dizendo já está elaborando o plano municipal de saneamento, principal elemento para viabilizar recursos para implantação do serviço de esgotamento sanitário na cidade.

Secretário João Rodrigues

De acordo com João Rodrigues o plano vem sendo feito em parceria com a FUNASA e Escola Técnica de São Paulo, e inclui também a zona rural do município no tocante à água, as instalações sanitárias das residências, pontos críticos de acessibilidade e outros.

“Já estamos bastante adiantados na elaboração do plano, mesmo com a pandemia conseguimos fazer cumprir todas metas até agora, inclusive o levantamento técnico de toda extensão da zona rural. Equipes da Prefeitura foram designadas e com êxito conseguimos fazer o levantamento de todos os setores de mobilização na área rural, sem o plano concluído e aprovado, município nenhum consegue recursos para construir obras de saneamento, comentou o secretário João Rodrigues.

Com informações e fotos: Portal QN

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais