21.2 C
Piauí
6 de dezembro de 2019
Cidades em Foco
Geral Pernambuco em Foco

Ajudante acha carteira com R$ 15 mil e devolve para dono

Um ajudante de caminhoneiro devolveu ao dono uma carteira com R$ 15 mil que havia sido deixada na mureta de um posto de combustíveis às margens da Rodovia BR-153, em Marília (SP).

Em entrevista ao G1, Mauro Maurício, de 62 anos, contou que achou o dinheiro assim que chegou a um posto de combustíveis depois de um trabalho. Ele costuma ficar no estabelecimento em busca de caminhoneiros para ajudar.

“A carteira estava caída em uma mureta e nela tinham R$ 5 mil em dinheiro e vários cheques, sendo cerca de R$ 15 mil. Procurei o dono em todo lugar e não encontrei. Cheguei em casa e não consegui ficar quieto. Falei para minha mulher que iria devolver. Não posso ficar com o que não é meu”, afirma.

Ainda segundo Mauro, foi então que um amigo da oficina que fica no posto ligou e falou de quem era a carteira, dizendo que era cliente dele e que saiu chorando porque tinha perdido.

“Poucas pessoas fariam isso. Se 99% pensassem assim, o mundo seria melhor. Não conseguiria comer um prato de comida comprado com esse dinheiro, porque saberia que não seria do meu suor”, diz.

Encontro

Guilherme com a carteira que Mauro encontrou perdida no posto em Marília — Foto: Brunno Alexandre/Marília Notícia

Guilherme com a carteira que Mauro encontrou perdida no posto em Marília — Foto: Brunno Alexandre/Marília Notícia

No dia seguinte, nesta terça-feira (23), Mauro se encontrou com o dono da carteira para devolvê-la. O dono é o comerciante Guilherme Henrique de Oliveira, 38 anos, que é de São José do Rio Preto (SP), mas trabalha pela região de Marília.

Ao G1, Guilherme afirmou que trabalha com recauchutagem de pneus e que frequenta o local onde perdeu a carteira. Porém, nunca havia visto Mauro. Além disso, ele conta que costuma andar com dinheiro para comprar pneus.

“Deu um frio na barriga quando perdi a carteira. Procurei em todo o lugar. Tinha cheque de clientes. Fui embora porque não tinha mais o que fazer, mas o dono da oficina me ligou de noite falando que encontraram”, afirma.

Para ele, a atitude de Mauro é exemplo de honestidade. “Hoje é raridade uma pessoa ter uma atitude dessas, pela quantidade de dinheiro que tinha, e ele entregou tudinho. Ele me disse ainda que trabalhou o dia inteiro e ganhou R$ 80 quando achou a carteira. É uma atitude dessas que todos devem ter, de honestidade”, afirma.

Fonte: G1

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais