25.6 C
Piauí
24 de junho de 2022
Cidades em Foco
Geral Política

Aliados avaliam que Margarete deve deixar o Progressistas e ficar na base

Margareth Coelho - Foto: Arquivo/CidadeVerde.com

Repercutiu intensamente no meio político a declaração da deputada Margareth Coelho que continuará na base do governador Wellington Dias (PT) , e que Sádia Castro, sua irmã, segue no comando da Secretaria de Meio Ambiente. Deputados ouvidos pela coluna interpretam a afirmação da deputada como o anúncio de sua decisão de deixar o Progressistas, partido comandado pelo senador Ciro Nogueira, e buscar espaço em uma das legendas governistas, já que o governador decidiu que só fica na base quem integrar o “time”, formado pelos partidos aliados.

Agindo assim, a deputada Margarete Coelho se juntará aos seus correligionários Hélio Isaías, Wilson Brandão e Firmino Paulo, que já firmaram esse compromisso com o governador, segundo se comenta no meio político. Em sentido oposto, os deputados Júlio Arcoverde e Bessah Filho, que resolveram marchar com o partido para o front oposicionista, deixaram os cargos que indicavam na estrutura do governo estadual.

Também chamou atenção o fato do lançamento da pré-candidatura do senador Ciro Nogueira ao governo do estado, que está marcado para o próximo dia 26 de abril. Nos próximos dias, esse assunto deve ocupar o centro do debate político no estado do Piauí.

Fonte: CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais