35.3 C
Piauí
2 de junho de 2023
Cidades em Foco
GeralPolícia

Aluguel de helicóptero nunca foi pago e PM-PI deve R$ 1 milhão

O comandante-geral da Polícia Militar do Piauí, coronel Carlos Augusto, garante que o patrulhamento aéreo não será prejudicado com o rompimento do contrato de locação do único helicóptero ‘multimissão’, que estava à serviço Grupamento Tático Aéreo Policial da Policia Militar do Piauí (GTAP). Ele revela que o Estado herdou uma dívida de mais de R$ 1 milhão com aluguel, que ainda não foi quitada.

“O aluguel era de cerca de R$ 316 mil por mês por 40 horas de voo. Desde setembro, quando foi firmado o contrato, foi mais de R$ 1 milhão em aluguel, que não foi pago. De toda forma, mesmo sem a aeronave, o patrulhamento aéreo não será prejudicado.Uma ocorrência em que se precise de um acompanhamento terá como ser feita. A diferença é que o modelo Esquilo AS 350 B2 estava equipado para realizar operações de busca e salvamento e combate a incêndios”, disse.

 

O coronel reforça que o Estado possui duas aeronaves, mas reconhece que seriam necessários pelo menos três, com as mesmas características do helicóptero multimissão, para garantir a segurança em todo o Piauí.

“Com a aeronave que era alugada, a do próprio Estado estava parada. Também temos apenas um comandante para operar esse tipo de veículo. Não é uma decisão permanente. Apenas estamos otimizando os recursos públicos, que serão investidos em outra área. Ontem (22), por exemplo, tivemos autorização para locar 60 viaturas”, finaliza.

 

 

 
Fonte: Graciane Sousa / Cidade Verde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais