28.9 C
Piauí
21 de setembro de 2020
Cidades em Foco
Geral Política

Após rompimento, Progressistas vai ao TCU contra governo do Piauí

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O Progressistas, que é presidido nacionalmente pelo senador Ciro Nogueira, entrou com uma representação junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) para impedir, segundo o partido, que o governo do Piauí use parte dos recursos oriundos dos precatórios do Fundef para pagar honorários à Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Segundo a representação, a FGV teria atuado como consultora jurídica no processo que garantiu ao Estado o recebimento de R$ 1,6 bilhão.

De acordo com o Progressistas, o governo deverá repassar R$ 72 milhões à FGV.

O Progressistas quer que o ministro Augusto Nardes, do TCU, intime o governo a se manifestar e que seja concedida liminar para impedir a utilização dos recursos para o pagamento da FGV.

Procurado pela coluna, o governo do Piauí disse que não existe possibilidade alguma de utilização dos recursos do precatório do Fundef para pagamento de despesas que não sejam relacionadas à Educação.

Fonte:CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais