25.2 C
Piauí
4 de outubro de 2022
Cidades em Foco
DestaqueEconomiaGeral

Auxílio de R$ 600 e ‘Bolsa-caminhoneiro’ começam a ser pagos hoje (09); veja cronograma

Auxílio emergencial — Foto: Divulgação

O Governo Federal inicia nesta terça-feira (09) o pagamento de três programas sociais viabilizados pela chamada PEC Kamikaze: o Auxílio Brasil “turbinado” de R$ 600, o vale-gás de R$ 110 e a bolsa-caminhoneiro de R$ 1 mil. Todos são válidos apenas até o fim de 2022.

A PEC, promulgada em julho pelo Congresso, é uma das apostas da campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) para crescer nas pesquisas de intenção de voto.

Ao beneficiar 20,19 milhões de famílias, o Auxílio Brasil de no mínimo R$ 600 custará R$ 12,1 bilhões aos cofres públicos somente em agosto. A ordem de pagamento seguirá o Número de Identificação Social (NIS). Além do valor principal, há benefícios complementares pagos de acordo com os perfis das famílias, como o Auxílio Esporte Escolar, a Bolsa de Iniciação Científica Júnior e o Auxílio Inclusão Produtiva Rural.

Foto: Divulgação

No caso do vale-gás, a PEC dobrou o valor do benefício, que passou a equivaler a 100% do preço médio do botijão de 13 quilos Serão três parcelas: agora em agosto, em outubro e em dezembro. Em 2023, no entanto, o benefício voltará a valer metade do preço médio do botijão.

Já a bolsa-caminhoneiro fará, de uma só vez, o depósito de duas parcelas, referentes aos meses de julho e agosto. O benefício a taxistas seguirá o mesmo modelo, mas o pagamento terá início apenas em 16 de agosto, data do início oficial da campanha eleitoral.

Outra carta na manga da campanha é o início do crédito consignado para beneficiários do Auxílio Brasil e do Benefício de Prestação Continuada (BPC), autorizado com o limite de até 40% do valor estabelecido em lei. Como o Auxílio Brasil, oficialmente, é de R$ 400 (o piso de R$ 600 é extraordinário), o limite de contratação de empréstimo no consignado será de R$ 160 para inscritos no programa. O BPC, por sua vez, transfere um salário mínimo (R$ 1.212) a pessoas com deficiência e a idosos em vulnerabilidade social. O crédito consignado, portanto, poderá chegar a R$ 484,80.

Fonte: Estadão Conteúdo 

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais