27.9 C
Piauí
17 de outubro de 2021
Cidades em Foco
Geral Política

Bolsonaro faz novo teste para Covid-19 e resultado é negativo, diz Planalto

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, come pizza na rua em Nova York, antes da Assembleia Geral da ONU, ao lado do presidente da Caixa, Pedro Guimarães; Luiz Eduardo Ramos, ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência; Gilson Machado Neto, ministro do Turismo; Marcelo Queiroga, ministro da Saúde; e outros — Foto: Reprodução/Instagram

A Secretaria de Comunicação do Palácio do Planalto informou que o presidente Jair Bolsonaro realizou na manhã deste domingo (26) um novo teste para Covid-19 e que o resultado foi negativo.

Bolsonaro está em isolamento desde que voltou da viagem a Nova York, na quarta (22), onde esteve para participar de assembleia da Organização das Nações Unidas (ONU).

O isolamento foi recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) depois que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, foi diagnosticado com a doença. Ele fez parte da comitiva presidencial que acompanhou Bolsonaro aos EUA.

A Secom não soube informar se, com o resultado negativo do exame, Bolsonaro retornará ao trabalho presencial. Durante o isolamento, ele despachou do Palácio da Alvorada.

Bolsonaro teve Covid-19 no ano passado. O resultado positivo para a doença foi anunciado no início de julho. Na época, o presidente informou que teve febre, sentiu mal-estar e cansaço.

Outros infectados

Além de Queiroga, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, foi outro que fez parte da comitiva presidencial na viagem a Nova York e que teve diagnóstico positivo para Covid-19 na semana passada.

No mesmo dia, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e o ministro da Advocacia-Geral da União (AGU), Bruno Bianco, também anunciaram que haviam contraído a doença. Os dois, porém, não estiveram nos EUA com o presidente.

Veja quem estava na comitiva presidencial aos Estados Unidos:

  • Jair Bolsonaro, presidente da República
  • Marcelo Queiroga, ministro da Saúde
  • Carlos Alberto França, ministro das Relações Exteriores;
  • Anderson Torres, ministro da Justiça e Segurança Pública;
  • Paulo Guedes, ministro da Economia;
  • Joaquim Leite, ministro do Meio Ambiente;
  • Gilson Machado, ministro do Turismo;
  • Luiz Eduardo Ramos, ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência;
  • Augusto Heleno, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência;
  • Eduardo Bolsonaro, deputado federal;
  • Flávio Rocha, secretário especial de Assuntos Estratégicos da Presidência;
  • Nestor Forster, embaixador do Brasil nos Estados Unidos da América;
  • Ronaldo Costa Filho, representante permanente do Brasil junto às Nações Unidas;
  • Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal;
  • Michelle Bolsonaro, primeira-dama;
  • Rodrigo de Bittencourt Mudrovitsch, convidado especial;
  • Paulo Angelo Liégio Matao, intérprete;
  • Claudia Chauvet, intérprete; e
  • Rachel Alves Bezerra, intérprete.

Dos atuais 23 ministros do governo Bolsonaro, pelo menos 18 já pegaram Covid. Quatro tiveram a doença antes de assumir o cargo.

PEGARAM COVID NO EXERCÍCIO DO CARGO

  • Marcelo Queiroga (Saúde)
  • Luiz Eduardo Ramos (Secretaria-Geral da Presidência)
  • Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional)
  • Bento Albuquerque (Minas e Energia)
  • Milton Ribeiro (Educação)
  • Onyx Lorenzoni (Trabalho)
  • Marcos Pontes (Ciência, Tecnologia e Inovações) –
  • Wagner Rosário (Controladoria-Geral da União) –
  • Braga Netto (Defesa)
  • Fábio Faria (Comunicações)
  • Tereza Cristina (Agricultura)
  • Tarcísio de Freitas (Infraestrutura)
  • Bruno Bianco (Advocacia-Geral da União)

PEGARAM COVID ANTES DE ASSUMIR O CARGO

  • João Roma (Cidadania)
  • Ciro Nogueira (Casa Civil)
  • Anderson Torres (Justiça)
  • Gilson Machado (Turismo)
  • Joaquim Leite (Meio Ambiente)

EX-MINISTROS QUE CONTRAÍRAM QUANDO ESTAVAM NO GOVERNO

  • André Luiz Mendonça (Justiça e AGU)
  • Jorge Oliveira (Secretaria-Geral)
  • Marcelo Álvaro Antônio (Turismo)
  • Eduardo Pazuello (Saúde)
  • Ricardo Salles (Meio Ambiente)

Fonte: G1

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais