35.3 C
Piauí
27 de julho de 2021
Cidades em Foco
Esportes Geral

Botafogo vence, conta com tropeço do Fla e conquista Taça Guanabara

O Botafogo venceu o Macaé, na noite desta quarta-feira, no Estádio Nilton Santos, por 1 a 0, contou com um tropeço do Flamengo diante do Nova Iguaçu e conquistou a Taça Guanabara. Coisas que só acontecem com o Glorioso. Ninguém acreditava, que, na última rodada, precisando vencer o Macaé e o Flamengo tropeçar no Nova Iguaçu, penúltimo colocado, pudesse levantar a Taça Guanabara. Aliás, ninguém não! Os alvinegros acreditavam: jogadores e torcedores.

E a eles, a dedicação do título. Mais do que isso, o time leva vantagem nas semifinais do Campeonato Carioca. Foi um simples 1 a 0, no Estádio Nilton Santos. O suficiente, porque o arquirrival não saiu do empate. Mesmo que o Carioca não tenha terminado, os torcedores desentalaram a garganta: “É campeão!”

 

De forma merecida, porque o time, embora tivesse alguns altos e baixos durante a competição, foi guerreiro e mostrou que a estrela, sim, nunca pode se apagar. Agora, que venha o Fluminense, que passou pelo Madureira, e será o adversário nas semifinais do Campeonato Carioca. Ao Alvinegro, campeão e que pega o quarto colocado, vantagem de dois empates para se garantir na finalíssima.

 

 

Não, o jogo entre Botafogo e Macaé não começou a mil por hora, no Nilton Santos, ontem, mesmo com o Glorioso precisando da vitória para sonhar com o título da Taça Guanabara. Até porque, tinha que contar com a sorte também. Que o arquirrival Flamengo não ganhasse do Nova Iguaçu. Por conta disso, o pé no freio. Mas aos poucos, a velocidade foi aumentando. Veio a esquentar o motor alvinegro, quando, aos 38 minutos, Elvis fez 1 a 0 e pôs a mão na taça.

 

 

E, como está escrito lá em cima, “coisas que só acontecem ao Botafogo”, porque no chute do meia, a bola bateu na trave e nas costas do goleiro Ricardo Berna antes de entrar.

 

 

Aí termina o primeiro tempo e o Botafogo estava com uma mão na Taça Guanabara. No vestiário, tensão. René pediu mais pressão ao time e concentração nas jogadas de ataque, além, é claro, do sistema defensivo, que dava espaço para o Macaé. E dava mesmo. Por várias vezes, o time da Região Norte Fluminense assustou. Sorte do Alvinegro que Renan estava lá para segurar a onda do adversário.

 

 

No segundo tempo, Willian Arão, aos 5 minutos, acertou o travessão. O suficiente para acender o Fogão e segurar o ímpeto do Macaé, que cismava em querer aprontar. Aos terminar a partida, os jogadores ficaram ligados à TV de um celular e, lógico, secando o Flamengo, que ainda tentava um gol contra o Nova Iguaçu. Esse gol não veio e o Botafogo é o campeão da Taça Guanabara. Aplausos para o Glorioso.

 

 

Campeonato Carioca – Taça Guanabara:

Bangu 1 – 3 Resende
Boavista 1 – 1 Friburguense
Botafogo RJ 1 – 0 Macae
Cabofriense 2 – 1 Bonsucesso
Madureira 1 – 2  Fluminense
Nova Iguacu 0 – 0 Flamengo
Tigres RJ 1 – 1 Barra Mansa
Vasco 4 – 1 Volta Redonda
Fonte: Lancenet

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais