24.9 C
Piauí
23 de setembro de 2021
Cidades em Foco
Economia Geral Sertão do Inhamuns em Foco

Botijão de gás deve ficar R$ 5,80 mais caro e pode chegar ao preço de R$ 130,00 em alguns locais

Botijão pode chegar ao preço de R$ 130,00 em alguns locais. (Foto: reprodução)

A partir desta quarta-feira (1), o botijão de gás deve ficar 7% mais caro para os consumidores. O reajuste, feito pelas distribuidoras, foi confirmado pelo presidente da Associação Brasileira dos Revendedores de GLP (Asmirg), Alexandre Borjaili, ao jornal O Estado do S.Paulo. A mudança havia sido anunciada no dia 26 de agosto.

Segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio do botijão de 13 kg era de R$ 93,65. Em alguns locais, esse valor poderia chegar a R$ 130. Agora, com o reajuste, o gás de cozinha deve ficar até R$ 5,80 mais caro. Em alguns estados, pode haver ainda um acréscimo de R$ 0,30 devido ao aumento do ICMS no mês passado.

De acordo com Borjaili, o aumento do preço pelas distribuidoras se deve ao dissídio (divergência de opiniões) da categoria e à inflação. Ele também afirmou que existem rumores no setor de que a Petrobrás também deve aumentar o preço do GLP no início deste mês. Se isso se confirmar, esse será o sétimo reajuste somente em 2021. Desde o início do ano, o botijão de gás acumula uma alta de 38%.

Fonte: Meio Norte

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais