21.5 C
Piauí
12 de dezembro de 2019
Cidades em Foco
Entretenimento Geral

Candidata a Miss Piauí 2015 é desclassificada acusada de prostituição

Treze sorrisos, olhares, caminhados e vestidos diferentes. Porém, algo em comum: o sonho de ser a nova Miss Piauí. E ela será escolhida nesta sexta-feira (03/07) após o concurso que inicia às 21h no Teatro 4 de Setembro, no Centro de Teresina. Na manhã de hoje (03), o coordenador do Miss Piauí há 30 anos, Nelito Marques, ofereceu um café da manhã para a imprensa onde apresentou 12 das 13 candidatas. Ele adianta que entre as candidatas, uma chegou a ser desclassificada por prostituição, o que fere o regulamento do concurso.

As candidatas representam os municípios de Batalha, Miguel Alves, Buriti dos Lopes, Floriano, Inhuma, Luís Correia, Passagem Franca, Picos, Piracuruca, Teresina, Valença e Monsenhor Gil. A décima terceira candidata é de Parnaíba e não compareceu ao evento. Segundo a assessora do concurso, ela teria tido um problema com o transporte até o local.

(Foto: João Brito Jr/ O Olho)

ELA É UMA MISS
Fazendo parte do concurso desde 1956, Nelito Marques contou ao O Olho o que uma jovem precisa ter para ser uma Miss. “No passado ela precisava ter um corpo bonito e um rosto perfeito. Naquela época estava na moda aquelas pernas turbinada, ou como eu apelido: as pernas de peru. O concurso vem evoluindo e a miss tem que ser magrinha hoje. Ela tem que ter um rosto bonito, um corpo bonito, além de charme e elegância. Ela tendo essas coisas ela é uma miss”, revela.

Nelito Marques (Foto: João Brito Jr/ O Olho)

Prostituição no concurso
“Uma moça dessas para estar aqui, faz de tudo. Até se prostituir. E uma coisa dessas nós não aceitamos. Para se ter uma noção, os trajes utilizados pelas candidatas no concurso são emprestados de estilistas de Teresina. As nossas miss não pedem nada”, conta Nelito.

A punição para aquelas que são pegas se prostituindo para ter algum utensílio para o desfile é automaticamente desclassificada. “Este ano tivemos uma que foi por conta disso. Ela já tinha sido escolhida. Ido na Prefeitura. Colocado a faixa, mas não está aqui”, afirma o coordenador do concurso.

Candidatas de 2015
Nelito Marques se mostrou contente com o nível das candidatas deste ano. “Nem todas são belíssimas, mas todas estão cursando algum curso superior. São inteligentes. Isso é importante”, conta.

Doze das treze candidatas ao Miss Piauí 2015 (Foto: João Brito Jr/ O Olho)

Entre as candidatas, duas ou três, de acordo com o coordenador, estudam Medicina. “Temos estudantes de Direito, Enfermagem, Fisioterapia. O que eu posso pedir mais a Deus? São meninas direitas. Boas”.

Uma das acadêmicas de Medicina, inclusive, segundo Nelito, troca o guarda-roupa duas vezes ao ano com roupas de Nova York, nos Estados Unidos.

A COROA A VENDA
Para a reportagem do O Olho, Nelito Marques falou sobre as polêmicas envolvendo a suposta venda da faixa do concurso. “Se estão vendendo este concurso, tem alguém recebendo no meu lugar. Eu não duvido, mas…”, alega.

Segundo Nelito, há uma seleção com as piauienses que acontece em várias etapas. Primeiro, há um inscrição na qual ele utiliza uma tática. “Eu peço que elas citem duas amigas. Procuro elas e busco saber quem são as inimigas delas. Ai com as inimigas eu descubro todo o currículo da candidata”, explica Nelito sobre como é feita a seleção, negando qualquer tipo de “comercialização” no concurso.

O DESFILE DA VITÓRIA
Pelo palco do Teatro 4 de Setembro, as treze candidatas do Miss Piauí irão ser julgadas e uma delas terá o sonho de repetir o desfile da vitória, onde receberá a coroa e o título de Miss Piauí 2015.

Miss Brasil 1986 (Foto: João Brito Jr/ O Olho)

O concurso será apresentado pela primeira Miss Brasil negra da história, Dayse Nunes, que foi eleita miss em 1986 quando tinha 18 anos. Atualmente, empresária, casada há 25 anos e mãe de um jovem casal, Dayse conta o que é preciso para ser uma Miss Brasil.

“Precisa ter um conjunto de várias coisas. Não adianta ter só beleza, simpatia, comunicabilidade, desenvoltura e elegância. Tem que ter tudo isso dentro de uma harmonia. Então a miss precisa ser harmônica. Ela precisa ter todo esse conjunto para que ela consiga se eleger uma miss”, afirma.

Comparando o concurso da década de 80, o qual foi vencedora, com o deste ano, a Miss Brasil 1986 conta que a maior dificuldade daquela época estava ligado aos termos de preparação. “Hoje as meninas se preparam muito mais. Estão mais focadas. Naquela época a gente ia com a cara e a coragem, literalmente. Fazíamos coisas que sabíamos. Não tínhamos preparação. Minha preparação foi academia, estética, massagem, drenagem. Aulas de passarela não precisei porque eu já era modelo há quatro anos”.

(Foto: João Brito Jr/ O Olho)

Dayse Nunes conta que representar o Brasil não é uma tarefa fácil. “A gente tem tanta belezas aqui. Não fui eleita a mais bonita. A Miss Brasil não é a mais bonita. Ela é uma representante da beleza brasileira. Temos milhões de mulheres bonitas por esse Brasil. E eu fui eleita para representar todas essas belezas no Miss Universo”, relembra.

CONCORRENTES AO MISS PIAUÍ 2015
Sobre o concurso, Dayse conta que a primeira coisa que a candidata deve ter é confiança. “Elas devem entrar focadas e façam seu melhor. E para aquelas que não vão ganhar que não desistam. Não é o primeiro obstáculo que vai fazer que você adie um sonho”, assegura a Miss Brasil 1986.

(Foto: João Brito Jr/ O Olho)

O concurso está previsto para começar as 21h desta sexta-feira (03/07) no Teatro 4 de Setembro com treze candidatas ao Miss Piauí 2015.

(Foto: João Brito Jr/ O Olho)
(Foto: João Brito Jr/ O Olho)
(Foto: João Brito Jr/ O Olho)

 Fonte: O Olho

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais