30.6 C
Piauí
14 de dezembro de 2019
Cidades em Foco
Geral Picos

Cáritas Diocesana de Picos entrega casa para família que estava em situação de risco

Na manhã desta sexta-feira (29), a Cáritas Diocesana entregará uma casa para a família da idosa Maria Cecilia, de 84 anos, que estava em situação de risco no bairro Parque de Exposição em Picos.

A inauguração vai acontecer às 6h da manhã com a missa transmitida pela rádio cultura FM de Picos. Na ocasião o bispo diocesano de Picos Dom Plínio José Luz e Silva, presidirá a celebração eucarística, com ofertório para arrecadação de alimentos para ajudar a própria família e outras que estiver precisando, fará a entrega da casa e, ainda haverá um café partilhado.

Na residência além da idosa reside mais cinco pessoas, entre elas crianças. Segundo a voluntária da Cáritas Diocesana de Picos, Francisca Rosa Damasceno, a obra durou em média 45 dias para construção da casa, mas é uma luta que vem desde do final do ano passado. Parte da doação da casa foi uma colaboração de um padre de Belo Horizonte – Minas Gerais. “Quem está à frente é a Cáritas Diocesana de Picos, na verdade o recurso veio para a Cáritas , como eu sou voluntária eles pediram para fazer a gestão da construção dessa casa e venho acompanhando desde o início do ano,  lutando com as questões  burocráticas . Nós tivemos apoio da prefeitura de Picos e algumas pessoas particulares da diocese”, explicou.

A voluntária da Cáritas Diocesana de Picos e presidente da Associação de Moradores do bairro, Francisca Rosa Damasceno, acompanhou de perto a situação da família e comandou todo o processo de construção da casa.

“Na verdade é uma família que a gente como Associação de Moradores, particularmente como presidente sempre acompanhei de perto, era uma realidade muito precária a casa que eles viviam, já tínhamos tentado ajudar de outras formas, mais não havia conseguido porque dependia de muitos recursos, quando foi no final do ano passado com aquelas forte chuvas ela foi condenada pela defesa civil, acompanhei de perto o coordenador da defesa civil quando pediu para família morar em outra casa, eles alugaram uma casa enfrente e, vai fazer um ano que eles estão morando nessa casa”, informou.

Como se deu a construção da Casa

Dom Plínio colocou em uma reunião da diretoria no final do ano passado, que a diocese de Picos, através da Cáritas Diocesana tinha recebido uma doação de um padre de Belo Horizonte- Minas Gerais, para famílias que tinham sido prejudicadas pelas chuvas.

A voluntária da Cáritas Diocesana de Picos, Francisca Rosa Damasceno, colocou na reunião a situação dessa família. “Ele colocou que a doação era uma quantia para ajudar as famílias atingidas pelas chuvas, pois o padre sabia o que tinha acontecido aqui com as forte chuvas no final do ano, só que o recurso era pouco e a princípio Dom Plínio perguntou o que a gente iria fazer com esse recurso e como eu tinha conhecimento das casas, tinha sido duas casas que tinha sido condenada, mas essa era prioridade, porque tinha idosa, crianças e, a família era bem maior. Coloquei a situação dessa família e outras pessoas da Cáritas foram verificar direitinho e realmente constataram que a família precisavam demais dessa ajuda para ser construída a casa”, comentou.

Foi uma batalha muito dura, porém teriam que fazer a legalização, cuidar da questão burocrática antes de partir para a construção da residência. “Nós fomos unindo força foi uma batalha muito forte, porque a gente teve que legalizar tudo, correr atrás para tirar os entulhos. E tinha que legalizar a questão do documento, teria que ter um projeto , o alvará de construção , isso tem custo não só financeiro mais também questões burocráticas e tinha que correr atrás, e ainda teria que ter um projeto, a gente não tinha dinheiro para pagar um engenheiro, então tivemos que correr atrás , encontramos ajuda de uma arquiteta que fez o projeto , de um engenheiro que se dispôs a assinar esse projeto e, a partir de então partimos para questão da construção ,  tirar o alvará e também quitar o IPTU  que tinha dívida muito grande , mas agente conversando, a Cáritas conseguiu a exerção desse recurso por conta da senhora que é idosa e, a partir de então no meio desse ano tudo foi se regularizando para darmos início a construção”, pontuou Francisca Rosa Damasceno”, esclareceu.

Em 17 de setembro de 2019 começou a construção de fato e, a ação movida pela Cáritas Diocesana ganhou força e alguns parceiros ajudaram nessa causa social. Contando com o apoio da Prefeitura Municipal de Picos que doou alguns matérias, e obtiveram a contribuição de outros colaboradores, a diocese de Picos também fez a doação de telhas. Essa ajuda foi essencial, pois os recurso doados pelo Padre de Belo horizonte não era suficiente.

“É uma casa que a gente fez com muito carinho. Foi muito difícil para família, eu acompanhei, ajudei a lavar a casa e foi muito doloroso, imagina para família, é uma situação muito triste você perder uma casa e, não ter como reconstruí-la, e de repente vem essa luz do alto de Deus, foi uma graça, uma dádiva muito grande  que temos que agradecer todo dia . A gente enquanto Comunidade, Associação, Cáritas, igreja e, cristão agradecemos. É disso que o mundo precisa, dessas pequenas ações que são grandiosas pra quem está recendo e para quem acompanha”, finalizou.

Fonte: Portal R1.net

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais