25.2 C
Piauí
4 de outubro de 2022
Cidades em Foco
GeralInternacionalSaúde

Casos de síndrome respiratória aguda grave entre crianças e adolescentes têm queda, segundo Fiocruz

Foto: Freepik

A tendência de aumento de casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) entre crianças e adolescentes, iniciada em julho na maioria dos estados, dá sinais claros de interrupção e queda na maior parte do país, segundo análise da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A entidade reuniu dados até o último sábado (17) e os publicou no boletim InfoGripe.

Apesar disso, o pesquisador Marcelo Gomes, coordenador do boletim, alerta que há um aumento recente de casos associados ao Influenza A H3N2 na capital paulista. O vírus é o mesmo que causou o surto de gripe fora de época no ano passado.

“Por isso, não podemos esquecer da vacina para ter a melhor proteção possível”, recomenda Gomes, que é coordenador do InfoGripe.

De modo geral, os casos de SRAG mantiveram tendência de queda com o acréscimo dos dados da semana de 11 a 17 de setembro à análise dos pesquisadores.

Entre as 27 unidades federativas, apenas o Amapá apresenta crescimento da SRAG na avaliação das últimas seis semanas. Quando a análise se concentra nas capitais, Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Macapá (AP) e plano piloto e arredores de Brasília (DF) são as cidades em que há movimento de alta.

Apesar disso, a Fiocruz considera que tanto a situação do estado quanto a das capitais é compatível com uma oscilação em torno de um patamar estável.

Nas últimas quatro semanas epidemiológicas, os casos de SRAG com resultado positivo para vírus respiratórios tiveram prevalência de 9,7% para influenza A; 0,8% para influenza B; 8,6% para vírus sincicial respiratório (VSR); e 55,8% para Sars-CoV-2 (Covid-19).

Já entre os óbitos por SRAG com confirmação laboratorial de vírus respiratório, a presença do SARS-CoV-2 é ainda mais destacada, com 90,3% de prevalência.

Fonte: Folhapress

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais