21.8 C
Piauí
20 de outubro de 2019
Cidades em Foco
Esportes Geral

Cássio agradece trave e Fagner revela incômodo com sofrimento do Corinthians

Jean Mota, jogador do Santos x Corinthians, partida válida pelas semifinais do Campeonato Paulista 2019, na capital paulista. estádio do Pacaembu, 08/04/2019, Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

O Corinthians se garantiu na grande final do Campeonato Paulista pelo terceiro ano consecutivo depois de cair por 1 a 0 diante do Santos na noite dessa segunda-feira, mas vencer nos pênaltis por 7 a 6. Kaio Jorge e Victor Ferraz foram os vilões em uma noite que Cássio até acertou muitos cantos, mas não pegou nenhuma cobrança rival.

“Não toquei. trave abençoada. Para mim, um dia especial, eu queria dedicar essa vitória para a Mariju, minha advogada, que passou por uma cirurgia, mas agora já está em recuperação. Para todos os corintianos, mais uma final”, comentou o goleiro, à Rádio Globo.

agner também falou após a comemoração aliviada do time em campo e não escondeu o incômodo com a atuação do Corinthians nessa segunda.

“Vou te falar, podia ter sofrido menos. Vale ressaltar o que o Santos fez hoje. Eles mereceram vencer no tempo normal, não conseguimos jogar. As chances de contra-ataques nós nos precipitamos. Agora, vamos tentar melhorar, corintiano é sempre assim. Até falei com o Fábio que não precisava ser assim. Corinthians é muito sofrido. (Contra o São Paulo) a gente sabe que vai ser mais um jogo difícil”, afirmou o lateral.

Fonte: Gazeta Esportiva

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais