31.5 C
Piauí
19 de abril de 2019
Cidades em Foco
Esportes Geral

Ceará vence Atlético-MG e fica mais longe da zona de rebaixamento

O Ceará deu mais um passo rumo à permanência na Série A, nesta segunda-feira. O time comandado pelo técnico Lisca derrotou o Atlético Mineiro por 2 a 1, na Arena Castelão, em Fortaleza, e abriu distância para a zona de rebaixamento. Juninho Quixadá, em lance de sorte, e Leandro Carvalho marcaram os gols dos anfitriões no encerramento da 31ª rodada do Brasileirão.

Foi a terceira vitória do Ceará nos últimos cinco jogos, o que deixa a equipe de Fortaleza com 37 pontos, na 13ª colocação, já na beira da zona de classificação à Copa Sul-Americana. Ao mesmo tempo, abriu três pontos para a zona da rebaixamento.

O Atlético, por sua vez, estacionou nos 46 pontos e vê ameaçada a sua posição dentro do G6, que dá vaga na próxima Copa Libertadores. Em sexto lugar, tem a mesma pontuação do Santos, mas está à frente por ter maior número de vitórias.

O JOGO – No embalo da sua consistente ascensão no campeonato, o Ceará partiu para cima do Atlético nos primeiros minutos e contou com certa dose de sorte para abrir o placar logo aos nove minutos. Diante da pressão dos anfitriões, o zagueiro Iago Maidana tentou afastar dentro da área, mas acabou acertando Juninho Quixadá. A bola rebateu no jogador do Ceará e voltou contra as redes do Atlético.

O gol precoce deixou a partida mais acelerada nos primeiros 15 minutos. Mais confiante, o Ceará se manteve no ataque. Pressionava a saída de bola do Atlético e colhia os frutos dos erros dos visitantes. Em um deles, aos 13, numa cobrança de falta na área, Tiago Alves se antecipou à marcação e, totalmente livre na área, cabeceou para fora.

Quatro minutos depois, Quixadá voltou a levar perigo e exigiu boa defesa de Victor, que começava a se destacar na partida. Ele voltaria a ser decisivo em duas jogadas seguidas do Ceará, aos 37. Na primeira, Leonardo Silva falhou feio na defesa e Leandro Carvalho roubou a bola, entrou na área e, cara a cara com Victor, bateu em cima do goleiro. Na sequência, o goleiro fez outra grande defesa;

O Atlético levou menor perigo no primeiro tempo, mas não deixou de ameaçar o gol de Éverson. Na primeira boa oportunidade, aos 19, Chará passou entre dois marcadores e encheu o pé da entrada da área. O goleiro fez grande defesa para evitar o empate, que viria seis minutos depois.

Aos 25, o setor ofensivo atleticano elaborou bela jogada pelo meio, numa longa e rápida tabela com as participações de Luan, Ricardo Oliveira e Cazares, que concluiu para as redes. Na sequência, o Ceará reclamou de impedimento de Ricardo Oliveira, que estava em posição duvidosa no meio do lance.

Com Terans e Patric nas vagas de Luan e Hulk, respectivamente, o Atlético voltou para o segundo tempo mais atento à marcação. Fechado na defesa, o time visitante passou a neutralizar as investidas do Ceará com mais facilidade e atuava nos contra-ataques. A nova postura atleticana deixou a partida mais cadenciada, sem aquela correria do primeiro tempo.

A retranca, contudo, não evitou o segundo gol dos anfitriões. Aos 16 minutos, Leandro Carvalho recebeu pela direita, na entrada da área. Mesmo entre dois marcadores, arriscou o chute e viu a bola morrer no fundo do gol.

O Atlético, então, precisou sair novamente para o jogo. Mas falhou demais na saída de bola e pouco criou no ataque. Na melhor oportunidade, Chará arriscou de longe e mandou por cima do travessão, aos 26. Nos instantes finais, mal articulava jogadas no meio-campo, o que garantiu a vitória dos anfitriões.

Na próxima rodada, o Atlético terá pela frente o Grêmio, sábado, no Independência. O Ceará só voltará a jogar na outra segunda-feira, contra o Sport, na Ilha do Retiro, no Recife.

FICHA TÉCNICA:
CEARÁ 2 x 1 ATLÉTICO-MG
CEARÁ – Éverson; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio, João Lucas (Pedro Ken); Felipe Jonatan, Edinho, Richardson, Juninho Quixadá (Valdo); Arthur (Felipe Azevedo) e Leandro Carvalho. Técnico: Lisca.
ATLÉTICO-MG – Victor; Emerson, Leonardo Silva, Iago Maidana, Hulk (Patric); Adilson (Edinho), Elias, Luan (Terans), Cazares, Chará; Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi.
GOLS – Juninho Quixadá, aos 9, e Cazares, aos 25 minutos do primeiro tempo. Leandro Carvalho, aos 16 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS – Hulk, Edinho, Luan, Patric, Iago Maidana.
ÁRBITRO – Wagner Reway (Fifa/MT).
RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.
LOCAL – Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

Fonte: Estadão Conteúdo

Notícias relacionadas

Ex-prefeito de Geminiano deixou mais de R$ 500 mil nas contas da Prefeitura

Junior Oliveira

Governador autoriza concurso para 200 vagas e quer aposentado na ativa

Junior Oliveira

STTRAM realiza blitz noturna com objetivo de garantir segurança no trânsito de Picos

Junior Oliveira

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais