23.9 C
Piauí
21 de janeiro de 2021
Cidades em Foco
Acauã Campinas do Piauí Floresta do Piauí Geral Santa Cruz do Piauí Simplício Mendes

Cerca de 100 mil piauienses têm direito à isenção da tarifa de energia; saiba como pedir o benefício

É possível ter desconto de 100% na conta de energia em Alagoas; consumidor deve estar cadastrado na "Tarifa Social Baixa Renda", na Equatorial Energia — Foto: Ascom/Equatorial

A concessionária de energia elétrica Equatorial Piauí abriu cadastrado para os consumidores considerados baixa renda terem acesso ao benefício da tarifa social da companhia energética durante a pandemia do novo coronavírus. Cerca de 100 mil piauienses têm o direito de acesso à isenção do pagamento de 100% da tarifa social, mas ainda não realizaram o cadastro na empresa.

A distribuidora no Piauí esclareceu que quem possui o Número de Inscrição Social (NIS) válido e ainda não é inscrito no programa da Tarifa Social da empresa deve entrar em contato com a Equatorial pela Central de Atendimento (0800 086 0800) ou através do e-mail ([email protected]) para solicitar o cadastro e receber o benefício.

No Piauí, a isenção de 100% da tarifa social será concedida automaticamente para 400 mil clientes, considerados baixa renda, que já estão cadastrados no sistema. O desconto será aplicado para as faturas emitidas no período de 01 de abril a 30 de junho.

“Os clientes baixa renda que consumirem até 220 kWh por mês terão desconto de 100% na tarifa de energia, entretanto a conta não será zerada, já que a medida provisória não contempla isenção aos demais impostos, encargos, contribuições e parcelamentos existentes na conta de luz”, explicou a gerente comercial Juliana Duarte.

COMO FUNCIONA?

A Equatorial explica que quem consumir mais de 220 kWh terá a isenção, mas o que for consumido acima desse limite, será cobrada a tarifa normal. Se uma residência consumir 250 kWh no mês de abril, o valor equivalente aos 220 kWh da tarifa será descontado, mas os 30 kWh excedentes serão cobrados conforme a tarifa normal.

As unidades que receberam a fatura de energia emitida no mês de abril sem o desconto, e ainda não efetuaram o pagamento, devem desconsiderar a via recebida. A distribuidora irá corrigir a conta aplicando o benefício da MP e disponibilizará nos canais digitais o novo boleto.

Os clientes que já tiverem feito o pagamento da conta não serão prejudicados, pois o saldo será creditado na conta da próxima fatura. Mesmo que a conta seguinte venha com tarifa zerada, esse saldo pago ficará no sistema para ser concedido nas faturas posteriores ao período da MP.

Fonte: G1-PI

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais