25.5 C
Piauí
25 de fevereiro de 2020
Cidades em Foco
Geral Política

Ciro diz que tem visão diferente do PT e se romper com Dias prejudicará o estado

O presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira, visitou obras, em Teresina, ao lado do prefeito Firmino Filho (PSDB). O Progressista fez criticas à gestão do governador Wellington Dias (PT) e disse que se tivesse rompido com o governo, o Piauí estaria em uma situação pior.

Ciro afirma que o Progressistas tem nomes para concorrer a governo do Estado. Ele cita a deputada Iracema Portella e o prefeito Firmino Filho.

“No extremo sul do estado tem falhado. As estradas estão muito abandonadas. São muitos problemas. Também é facil só ficar criticando. Eu critico o que quero ajudar. Quero ajudar aquela região. Vou falar com ele sobre novos empréstimos para ajudar aquela região. Sou um aliado do governador. É uma região sem muita população, e por isso, não se investe muito. Lógico que a Iracema é uma oportunidade. Sempre coloquei que o Firmino e as deputadas do Progressistas são uma alternativa”, destacou.

O senador também comentou discurso da deputada Iracema Portella na cidade de Cabeça do Tempo. Ela chegou a se colocar como opção para o governo.

“Morro Cabeça do Tempo é uma cidade que foi esquecida pelo quadro politico como um todo. Até me incluo nisso. Uma comunidade completamente abandonada. Não tem infraestrutura. Foi esquecida. Não tem político que vá e não se sensibilize”, afirmou.

Ele lembra que no pleito deste ano, PT e Progressistas estarão em lados opostos em algumas cidades.

“As cidades em que pudermos estar juntos, estaremos. Temos que saber conduzir o processo político. Tem alguns conflitos, mas o tempo vai dizer se estaremos juntos ou não. Temos divergências. Temos visões diferentes de gestão e tamanho do estado. O que me une é o amor por esse estado. Acho que se tivéssemos rompido, prejudicaria o Piauí. O que teria acontecido se tivéssemos rompido lá atrás? O estado estaria bem pior”, afirma.

Eleições em Teresina

Ciro cobra que os candidatos da oposição apresentem um projeto para a cidade. O prefeito Firmino Filho recentemente falou de candidaturas laranjas.  “Administrar Teresina não é facil. O orçamento limita. Tem que ser bem conduzido para não atrasar salário. Teresina não pode cair nas mãos erradas. Até agora a oposição não apresentou projeto. Mas vamos esperar porque são homens de bem. Ninguém pode ser candidato apenas para ser. Todos têm o direito de serem candidatos. Agora quem se colocar tem que ter um projeto. Teresina não é uma cidade fácil de se administrar”.

Ele diz que a lista de possíveis candidatos tem se afunilado. “Processo que começou em torno de 15 nomes e permanece sete nomes. Tendência é que seja um candidato que dê continuidade a essa gestão. O prefeito vai contar com nosso apoio independente de quem seja”, disse.

O senador destacou a gestão com Firmino. “É uma parceria que vem dando certo. Teresina recebeu maior volume de investimentos. Foi uma promessa de campanha  e estamos voltando na comunidade. Fique feliz de trazer os investimentos”, destacou.

Fonte: Lídia Brito / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais