28.9 C
Piauí
3 de junho de 2020
Cidades em Foco
Geral Política

Ciro Nogueira diz ser um erro decisão de ministra de manter filiações

Foto: RobertaAline/

O Supremo Tribunal Federal (STF), por meio da ministra Rosa Weber, negou medida liminar na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI), em que o partido Progressistas pede a suspensão por 30 dias do prazo para filiação partidária.

 Para a relatora,  não ficou comprovado que a paralisação gerada pela pandemia da Covid-19 viola os princípios do Estado Democrático de Direito, da soberania popular e da periodicidade do pleito previstos na Constituição Federal, prejudicando os partidos e pré-candidatos.

O presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira, afirma que o partido e outras legendas estariam sendo prejudicados. Segundo ele, alguns pré-candidatos enfrentaram dificuldades de terem acesso à documentação necessária para se filiarem aos partidos.

Ciro disse que não ficou surpreso com a decisão quando soube que Rosa Weber seria a relatora. Porém, classificou como um “erro”. “Já era esperado. Quando a relatora foi a ministra Rosa Weber, que é a presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ela já tinha manifestado essa decisão de não prorrogar os prazos. Então não causou surpresa essa liminar. Acho um erro”, disse Ciro.

Ciro defende o cancelamento das eleições de 2020. Segundo ele, não há possibilidade de realização do pleito devido a pandemia. Ciro defende a unificação dos mandatos com o novo pleito ocorrendo apenas em 2022.

Os argumentos não foram aceitos. Segundo a ministra Rosa Weber, a suspensão teria como consequência “inadmissível” o enfraquecimento das proteções contra o abuso do exercício de função, cargo ou emprego na administração direta ou indireta. Para Rosa, a medida traria risco para a normalidade e a legitimidade das eleições e  produziria um estado de coisas com potencial ainda maior de vulneração ao princípio democrático e à soberania popular.

Fonte: CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais