Com 4 anos e apenas 9 quilos, criança pede ajuda para voltar para casa no Piauí

Maria Vitória Mendes tem 4 anos e sofre de uma doença que faz com que os ossos não se desenvolvam, o raquitismo hipofosfatêmico. A condição é ainda agravada por uma desnutrição grave. Ela mora há 1 ano e 10 meses no Hospital Infantil Lucídio Portella e compartilha com a mãe o sonho de voltar para casa, em Miguel Alves, onde mora toda a família.

O problema é que Vitória não sobreviveria longe das máquinas e está sendo realizada uma campanha para arrecadar recursos para adaptar a residência, que ainda é de taipa.

O tipo da patologia que a Vitória tem causa muita dor nos ossos e músculos, e isso já comprometeu a parte respiratória também, hoje ela respira com a ajuda de um Cpap, e conseguiu na justiça que a prefeitura de sua cidade fornecesse o aparelho. Mas há ainda inúmeros outros desafios, como a compra de um aparelho de oxigênio, um gerador de energia para que ela não fique à mercê das oscilações, e a reforma da casa.

“Nossa casa é de taipa e queremos fazer pelo menos um quartinho melhor para ela. Ela já vai ter o Cpap, mas precisa de um gerador porque a energia na cidade é ruim e de um concentrador de oxigênio. Ela não anda, então tudo é mais difícil. Vamos precisar fazer um local adaptado”, disse a mãe, Maria Luana, de 24 anos.

Vitória é filha única e a doença foi descoberta quando ela tinha apenas sete meses. “Desde os 3 anos ela está internada. Meu maior sonho é levar minha filha para casa”, afirma a mãe.

A campanha é uma iniciativa da Prefeitura de Miguel Alves, através da Secretaria de Assistência Social da cidade, e foi abraçada pela equipe do Posto de Saúde da Família, que busca uma solução para ajudá-la.

“A gente está pedindo uma ajuda e qualquer quantia serve”, completa a mãe.

 

Quem puder ajudar a Vitória pode depositar qualquer quantia na conta abaixo:  Conta Poupança: 61875-0 Agência: 1607 Maria Vitória Mendes Quiteria

 

Cidadeverde

Compartilhar:

Por: Júnior Oliveira

Diretor Geral