25.2 C
Piauí
6 de junho de 2020
Cidades em Foco
Esportes Geral

Com déficit recorde, Andrés admite que Corinthians exagerou em contratações

Foto reprodução

Diante do maior déficit da história do Corinthians -R$ 177 milhões-, o presidente do clube, Andrés Sanchez, admitiu que o clube alvinegro exagerou no número de contratações na temporada 2019. O mandatário disse que a postura talvez tenha sido o maior erro da sua atual gestão.

“O problema é que em 2018 não contratamos quase ninguém. Em 2019 talvez exageramos na quantidade, até porque veio o Fábio [Carille], com mentalidade diferente, queria outros jogadores. Só o Marllon não foi indicação dele, o restante foi indicação do treinador”, afirmou Andrés em uma entrevista por vídeo ao site Meu Timão.

“É o projeto que se faz, alguns jogadores não renderam até agora o que a gente esperava, mas pode ser que rendam daqui para frente. Faz parte do futebol, nem tido pode acertar, acho que exageramos ano passado”, completou o presidente do Corinthians.

Andrés ainda frisou que o resultado ruim nas contas de 2019 está ligado à diminuição das receitas com vendas de jogadores. “Time de futebol que não vender jogador dificilmente fecha com superávit. Nos últimos anos, o clube vendeu em média R$ 120 milhões, R$ 130 milhões por ano. Ano passado foi R$ 40 milhões, R$ 45 milhões”, disse.

O mandatário disse que a saída para o Corinthians é parar de contratar atletas ao ser questionado se a saída para acertar as contas e montar elencos mais modestos.

“Pode ser isso. E vender dois ou três jogadores. Se contrata, fica caro, contratou errado. Se não contrata, é desmanche. Tudo o que eu fizer é errado”, ironizou o dirigente, que em seguida disse que o Corinthians seguirá de olho no mercado. “Está sempre aberto.”

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais