29.9 C
Piauí
6 de fevereiro de 2023
Cidades em Foco
DestaqueEducaçãoGeralJacobina do Piauí

Creche Pequeno Príncipe realiza encerramento de atividades do ano letivo em Jacobina do Piauí

A creche Pequeno Príncipe, localizada no bairro Alto São Pedro, em Jacobina do Piauí, realizou, nesta quinta-feira (1), as atividades de encerramento do ano letivo 2022. O momento também foi utilizado para finalizar os projetos da Consciência Negra, Copa do Mundo e Natal.

Durante as atividades, foram desenvolvidas músicas, brincadeiras e histórias de resistência do povo africano quando vieram ao Brasil ainda como escravos. Todas as ações foram pensadas com o intuito de promover o respeito pelas diferenças e culturas. Dentre os relatos, esteve o da Abayomi.

Segundo a história, quando os africanos vieram em porões do navio, as crianças choravam assustadas. Para acalmá-las, as mães rasgavam pedaços das roupas para fazer bonecas, as quais, posteriormente, faziam muitos irmãos negros se encontrarem pelo tecido. A boneca, mais tarde, foi chamada de Abayomi.

As atividades presenciais retornaram após dois anos de pandemia para as 68 crianças atendidas no período da manhã e tarde na referida creche. O professor e coordenador pedagógico da creche, Lindomar Rodrigues, afirma que foi um momento difícil, mas que hoje está mais simples.

“No começo tivemos que nos reinventarmos como professores, para não trabalhar de forma ofensiva. Foi difícil. Dois anos fora da sala de aula e começar quase do zero, mas hoje estão bem avançados”, contou Domar, como é carinhosamente conhecido no município.

A secretária municipal de educação, Edilene Paula, mais conhecida por Diloura, avalia como positivo o processo de aprendizagem pós-pandemia, mas reconhece que pode melhorar para os próximos anos. Diloura encerrou agradecendo os gestores educacionais e todo o corpo docente.

“Imaginamos que fomos bem. Com todo esse processo de pandemia e retornos, avançamos, conseguimos alfabetizar muitas crianças e recebemos prêmios no município, estamos em 10º lugar nos anos iniciais. Não foi tão bom, subimos, mas pretendemos melhorar ainda mais”, afirmou a secretária.

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais