25.6 C
Piauí
24 de outubro de 2020
Cidades em Foco
Geral Polícia

Criança de 2 anos morre vítima de bala perdida na cabeça no Piauí

Uma criança de dois anos, identificada como Maria Vitória dos Santos, foi vítima de bala perdida na noite desta segunda-feira (21). O crime ocorreu na região do residencial Torquato Neto, na zona Sul de Teresina, e deixou ferido também um homem, que não teve a identidade revelada. A menina foi atingida na cabeça e morreu no Hospital de Urgência de Teresina(HUT).

Maria Natália dos Santos, mãe da criança, esteve no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) durante a manhã.  Ela conta que dividia os cuidados da filha com o ex-marido que mora no residencial Torquato Neto e não estava no momento em que a filha foi alvejada.

“Entraram invadindo e minha filha estava brincando. Estava na hora errada e no local errado. A madrasta e um vizinho socorreram minha filha e já soube quando ela estava morta no hospital.  Era minha bebê”, disse a mãe que parecia estar em  estado de choque.

Testemunhas contaram que os tiros teriam sido direcionado a um traficante que mora em um dos apartamentos. Ele também foi atingido com os tiros.

A Polícia Miltar teve conhecimento do caso quando através da tropa de choque da Rone que fazia rondas ostensivas no residencial.

“Um casal estava de moto conduzindo uma criança baleada na cabeça. A princípio não parecia ter gravidade porque a criança ainda se mexia. A equipe da tropa de choque pegou a criança, colocou rapidamente na viatura e foi o mais rápido possível ao hospital. Uma equipe grande de médicos recebeu a criança, mas assim que o médico a viu criança, foi informando que ela estava em óbito, com morte cerebral e foi aberto o protocolo”, explica o capitão Rafael Nepomuceno, da Rone.

O militar explica que o homem que levava a criança ao hospital também estava baleado.

“Ele disse que foi baleado ao tentar salvar a criança e nem percebeu que havia sido atingido, mas a gente sabe que ele tem envolvimento em várias situações criminosas no passado”, disse o capitão.

O capitão conta ainda que a Rone ainda fez rondas na região do residencial, mas não localizou os suspeitos.

Uma terceira vítima com marcas de tiros foi encaminhada ao hospital pelo Samu às 3h40. De acordo com a Rone, o homem teria sido alvejado no abdomen. A investigação do DHPP vai apontar se há ligação entre a terceira vítima e os tiros que atingiram a criança e o vizinho que a socorreu.

Graciane Sousa
Colaborou o repórter Tiago Melo (TV Cidade Verde)

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais