31.5 C
Piauí
19 de abril de 2019
Cidades em Foco
Entretenimento Geral

Cruzeiro vence Corinthians e é hexa da Copa do Brasil

Com a vitória por 2 a 1 na noite desta quarta-feira (17), no Itaquerão, o Cruzeiro conquistou o título da Copa do Brasil diante do Corinthians e se tornou o maior campeão da história do torneio.

Agora, o clube mineiro tem seis taças: 1993, 1996, 2000, 2003, 2017 e 2018, as duas últimas comandadas por Mano Menezes. Logo atrás da equipe de Belo Horizonte vem o Grêmio, com cinco conquistas.

A derrota corintiana foi marcada pela participação decisiva do árbitro de vídeo, até então discreto na competição.

No lance que originou o gol do Corinthians, Ralf foi derrubado por Thiago Neves dentro da área. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães precisou consultar o VAR para ter certeza do lance e, então, marcou a penalidade, que Jadson converteu.

Pedrinho, que entrou no segundo tempo, acertou um belo chute de longe no ângulo de Fábio e marcou o segundo, para delírio dos torcedores corintianos presentes em Itaquera. Wagner Magalhães, porém, foi consultar o VAR novamente.

O árbitro viu falta de Jadson em Dedé no lance e anulou o gol que levaria a decisão para os pênaltis naquele momento.

Com o Corinthians partindo para cima em busca do segundo gol, sobrou espaço para o Cruzeiro. Em um contra-ataque, Raniel deixou Arrascaeta de frente para Cássio. O uruguaio tocou por cima do goleiro e decretou o triunfo mineiro.

Copa Continental do Brasil

@CopadoBrasil

O @Cruzeiro LEVANTA A MINHA TAÇA PELA SEXTA VEZ! 🏆🏆🏆🏆🏆🏆 | @ContiBR

Com a conquista, o Cruzeiro garante uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem.

Já o Corinthians vive situação difícil se quiser disputar o torneio continental em 2019. O time é o 11º colocado no Campeonato Brasileiro e está a 11 pontos do Atlético-MG, sexto na tabela e último na zona de classificação para a Libertadores.

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique, Danilo Avelar; Ralf, Gabriel, Jadson; Romero, Jonathas (Pedrinho), Emerson Sheik (Clayson). T.: Jair Ventura
CRUZEIRO
Fábio; Edilson, Dedé, Leo, Lucas Romero; Henrique, Ariel Cabral, Robinho, Thiago Neves (Lucas Silva), Rafinha (Arrascaeta); Barcos (Raniel). T.: Mano Menezes
Estádio: Itaquerão, em São Paulo
Público: 45.978 pagantes (total de 46.571)
Renda: R$ 5.108.151,00
Juiz: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Cartões amarelos: Ralf, Gabriel, Emerson, Fagner, Clayson (Corinthians); Rafinha, Thiago Neves, Robinho (Cruzeiro)
Gols: Robinho, aos 27min do primeiro tempo, e Arrascaeta, aos 36min do segundo tempo (Cruzeiro); Jadson, aos 9min do segundo tempo (Corinthians)

Fonte:

Notícias relacionadas

Polícia Militar apreende armas e desarticula quadrilha em São Francisco de Assis

Junior Oliveira

Ministro da Defesa Aldo Rebelo e comitiva visitam obra de Integração do Rio São Francisco no Destacamento Floresta –PE

Junior Oliveira

Veículo roubado em Teresina é recuperado em Picos

Junior Oliveira

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais