27.4 C
Piauí
15 de agosto de 2022
Cidades em Foco
GeralPolícia

Delegada colhe depoimento de vizinhos de casa onde filha de jornalista foi esfaqueada

Foto: arquivo pessoal

Os vizinhos da casa onde a analista de sistemas Tainah Rocha foi esfaqueada foram ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para prestar depoimento sobre o caso, na manhã desta quarta-feira (18).  Os relatos devem ajudar a Polícia a esclarecer a dinâmica do episódio, que resultou na morte da jovem, que é filha do jornalista Marcelo Rocha.

O caso é investigado pela delegada Nathalia Sampaio de Figueiredo, da Delegacia de Feminicídios do DHPP.

O irmão da Tainah, Vinicius Rocha, também esteve no DHPP para entregar o laudo da morte da da jovem para a delegada que investiga o caso. Ele falou ao Cidadeverde.com sobre os primeiros relatos que ouviu dos vizinhos que presenciaram o caso.

Segundo o irmão da vítima, as vizinhas que estão no DHPP disseram que viram a Tainah pouco depois do ocorrido e afirmaram que ela pediu ajuda.

“As duas vão pagar pelo o que fizeram porque os relatos da vizinha foi: ‘me tira daqui porque elas vão me matar’. Em momento algum a Tainah falou em uma pessoa”, relatou Vinicius Rocha.

Segundo o jornalista Marcelo Rocha, pai de Tainah Rocha, ela estava na casa somente com Fernanda e Geovana. O pai de Fernanda, que é debilitado e tem deficiência na audição, estava no quarto dormindo no momento do crime e a mãe de Fernanda estava trabalhando.

Tainah chegou por volta das 22h30 na casa de Fernanda, onde bebia com as outras duas mulheres. Por volta das 3h da madrugada de domingo (15), as vizinhas de Fernanda escutaram pedidos de socorro.

“A vizinha me mostrou que ligou para a prima dela, que mora com ela, por volta das 2h58 da manhã ouvindo gritos de socorro. A prima atendeu e disse que estava dormindo e que não tinha escutado. As duas se encontraram e ouviram os pedidos de socorro novamente e ligaram para a polícia. Elas olharam pelo portão e viram a Fernanda sentada na calçada com um ferimento no braço”, relatou Marcelo.

Nesse momento elas teriam saído e foram até Fernanda e uma delas entrou na casa onde estava Tainah ensangüentada e pedindo socorro.

“Até então a Geovana não estava na casa. Viram ela vindo na direção do posto de saúde para tentar socorro. Quando viu que as vizinhas, ela ficou perguntando o que elas estavam fazendo ali e quando soube que a polícia estava a caminho, Geovana teria dito que ‘tu quer que me prendam’”, completou Marcelo Rocha.

As duas vizinhas prestam depoimento desde as 8h na sede do DHPP.

A ex-namorada de Tainah, Fernanda Aires, deve prestar depoimento por volta das 12h, junto com a mãe.

A atual namorada de Fernanda,  Geovana, deve prestar depoimento somente amanhã (19).

O caso

Tainah Luz Brasil Rocha morreu na segunda-feira (16), no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), após ser esfaqueada no último sábado (14), em uma residência no bairro Mocambinho, zona Norte da capital.

Tainah é filha do jornalista Marcelo Rocha, proprietário do site Parlamento Piauí. Ela morava em Curitiba e estava em Teresina visitando a família.

Fonte: Flash Nataniel Lima / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais