31.4 C
Piauí
21 de abril de 2019
Cidades em Foco
Geral Política

Em audiência no Senado, Marcelo Castro defende Previdência “humana e justa”

O senador Marcelo Castro (MDB) defendeu nesta terça-feira (19) uma reforma da Previdência “humana e justa”. O parlamentar foi um dos participantes da audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) que alertou para a necessidade de ajustes no projeto do governo. Castro citou como exemplos de brasileiros prejudicados, os trabalhadores rurais e os do BPC, o Benefício de Prestação Continuada.

“Ressaltei a importância social da aposentadoria rural e do BPC, o Benefício de Prestação Continuada. É necessário reformar a Previdência, para que ela seja sustentável, mas a reforma precisa ser humana e justa”, disse em postagem nas redes sociais.

Para Marcelo Castro, a aposentadoria deu dignidade ao trabalhador rural. “Pois eles perdiam a capacidade laboral e ficavam completamente desprestigiados. Passava um tempo na casa de um filho, se aborrecia e ia pra casa do outro, sendo jogado de um lado para o outro e hoje não. O aposentado da previdência é um fator de agregador social. Ele é um amparo social para a família”, afirmou durante a audiência.

O presidente da CAE, Omar Aziz (PSD-AM), criticou a proposta. “Não vamos ajeitar as contas do dia para a noite e matar milhões de brasileiros do dia para a noite”, declarou.

Os senadores também defenderam a discussão da reforma da previdência conjuntamente com outras medidas como mudanças na política de desonerações fiscais, cobranças de dívidas previdenciárias de empresas e uma reforma tributária que preveja, por exemplo, a tributação sobre lucros e dividendos e o aumento do imposto sobre heranças e doações.

Hérlon Moraes (Com informações da Agência Senado)

Notícias relacionadas

Preso no DF suspeito de participar de esquartejamento de corpos no Piauí

Junior Oliveira

Resolução do TSE causa polêmica e pode atrapalhar eleições municipais

Junior Oliveira

Facebook tira perfil do ar após Justiça ameaçar suspensão por 24 horas

Junior Oliveira

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais