24.8 C
Piauí
27 de fevereiro de 2020
Cidades em Foco
Geral Piauí

Em emergência ambiental, Piauí terá mais brigadistas

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Suely Araujo, autorizou o Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo), a contratar brigadistas federais em regime temporário para o Piauí. O estado é um dos 18 que está em emergência ambiental, mesmo com algumas regiões ainda registrando chuvas.

Serão beneficiados os municípios de Curimatá, Alvorada do Gurguéia e Uruçuí. Cada cidade deverá contar com a estrutura de um brigadista chefe de brigada, dois brigadistas chefe de esquadrão e dez brigadistas para a prevenção e combate aos incêndios florestais.

O Prevfogo foi autorizado a contratar ainda dois brigadistas para dar apoio à coordenação estadual do Piauí.

As áreas escolhidas no Estado são consideradas críticas pelo Prevfogo. A avaliação envolve critérios técnicos como as detecções de focos de calor registrados pelo INPE, no período de 2011 a 2016, a presença de unidades de conservação federais, de terras indígenas e de projetos de assentamento rurais e cobertura de remanescentes florestais.

Estão em estado de emergência ambiental além do Piauí, o Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima e Tocantins.

O Centro Especializado Prevfogo ficará responsável pela seleção, contratação, administração e gerenciamento das atividades das brigadas.

2016

No ano passado várias cidades do Piauí sofreram com incêndios. O governo chegou a declarar situação de emergência nos municípios de União, Curralinhos, Picos, Santana do Piauí, Palmeirais, Nazária, José de Freitas e Teresina. Na capital, aeronaves foram usadas para conter o fogo em diversas regiões.

 

 

Por Hérlon Moraes / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais