20.5 C
Piauí
19 de novembro de 2019
Cidades em Foco
Destaque Geral Saúde

Em três meses, 40 profissionais deixaram o programa Mais Médicos no Piauí

A população de 43 municípios do Piauí sofrem com a desistência de 40 profissionais que faziam parte do programa Mais Médico. De acordo com o coordenador de Vigilância e Atenção à Saúde, Hérlon Guimarães, o Ministério da Saúde se comprometeu a enviar mais profissionais para o Estado até o final do mês de abril.

O Estado possui 83 vagas em aberto. “Técnicos do Ministério da Saúde estiverem no Piauí por meio de solicitação da Secretaria de Saúde. Eles nos pediram esse prazo até o final de abril para enviar mais profissionais”, explica. Do total de 40 profissionais que desistiram do programa, 32 substituíam os médicos cubanos que deixaram o país.

Hérlon Guimarães afirma que o período de residências médicas também contribuiu para as desistências dos médicos. “De janeiro a março ocorrem as residências médicas no país. Os médicos foram sendo aprovados em residências médicas e isso nos causou ausências. Temos abertas agora 83 vagas. As ausências causam prejuízos para a população em 43 municípios que estão desassistidos na assistência a saúde básica”, disse.

As principais cidades afetadas se encontram na região  Norte do Estado. Faltam médicos em municípios como  Esperantina, Barras, Beneditinos, Campo Maior e José de Freitas. Em todo o país, o número de desistências chegam a 1052 profissionais.

Fonte: CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais