25.2 C
Piauí
20 de agosto de 2022
Cidades em Foco
Betânia do PiauíGeralMunicípios

Emater retoma sistemas de dessalinização em Betânia do Piauí

A equipe de extensionistas da Emater responsável por coordenar as ações do Programa Água Doce no Piauí, estiveram na última semana, na cidade de Betânia do Piauí, município a 490 quilômetrs da capital. A visita teve como objetivo retomar a construção dos sistemas de dessalinização e buscar o apoio da prefeitura e comunidades para a gerenciar os sistemas.

O Programa Água Doce (PAD), é uma ação do Governo Federal, coordenada pelo Ministério do Meio Ambiente em parceria com instituições federais, estaduais, municipais e sociedade civil.

A cidade de Betânia tinha sido beneficiada com a instalação de três sistemas, e coube à atual gestão a retomada da construção da obra no município.

Na localidade já estão sendo construídos os sistemas e as obras estão quase prontos para a instalação do dessalinizador. Foram selecionadas as comunidades Barro dos Pereiros, Laranja e Silvino. As duas últimas são comunidades quilombolas que desenvolvem ações de relevância nacional. Estes sistemas irão beneficiar aproximadamente 400 pessoas do município. As obras somam aproximadamente R$ 700 mil reais, parceria Governo Federal e Governo do Estado.

Para o coordenador Adalberto do Nascimento, esta obra vai ser significativa para estas famílias. “Isto representa um recomeço na vida das pessoas, pois eles dependem da água da chuva e de carros pipas”, declarou.

O prefeito do município, José Filho, e secretários ficaram bastante animados com a retomada do projeto e se colocaram à disposição para ajudar na execução do projeto. “Colocamos nossa gestão em sintonia com as ações do Programa, pois acreditamos que esse projeto vai tornar mais fácil a vida das pessoas do nosso município”, completou o gestor.

A obra está prevista para ser entregue até o final de novembro. Daqui a trinta dias será realizada a segunda visita de mobilização para discutir o acordo de gestão, momento este em que a comunidade e a prefeitura se comprometem a gerir o poço, tendo como culminância a elaboração de um documento em que os beneficiários assumem a administração dos sistemas para a distribuição da água, levando em consideração a quantidade de litros d’água por família, de acordo com a vazão do poço.

 

 

Do Governo do Piauí

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais