Emedebista ignora críticas de Assis e lança Marcelo Castro para 2022

O deputado estadual eleito Henrique Pires ignorou as críticas do presidente do PT, Assis Carvalho, que no começo da semana disse que líderes do MDB não se engajaram na campanha do governador Wellington Dias. Dentre eles está o emedebista. “Eu só posso sorrir”, afirmou em entrevista à TV Cidade  Verde. Henrique Pires preferiu externar que seu partido deve pensar já em 2022 e o nome ao Palácio de Karnak seria Marcelo Castro.

“Esse partido é forte. Elegeu 6 deputados estaduais, um federal e um senador. Já devemos pensar nesse senador para 2022. Partido que não disputa se acaba. Eu faço política. Isso é normal, do mesmo jeito que o progressistas  com o Ciro”, declarou.

Henrique Pires disse que o MDB foi fundamental para a reeleição do governador e ressaltou que se tivesse em qualquer coligação seria eleito.

“O MDB foi fundamental na reeleição do governador. Em qualquer coligação, Henrique Pires estaria na Assembleia. Qualquer coligação nós estaríamos. Agora dizer que o PMDB não foi importante, não estava junto. Eu prefiro falar de coisa boa”, afirmou.

Segundo Henrique Pires, a relação MDB-PT é um assunto para os caciques do partido e não para ele.

só posso sorrir. foi a primeira vez que nós tivemos no projeto do governador.e agora porque meu partido decidiu.

“Eu sou profissional liberal. Eu preciso trabalhar como engenheiro para manter minha casa. Não poderia acompanhar caravana. Eu sou pequeno. Esse debate tem que ser com Marcelo Castro, Themístocles. Eu sou um engenheiro que precisa sustentar sua casa”, finalizou.

Fonte:Hérlon Moraes / CidadeVerde