25.3 C
Piauí
5 de dezembro de 2019
Cidades em Foco
Geral Piauí

Energia limpa e provedores de internet tiram o sertão piauiense do isolamento

Muitas localidades do sertão piauiense ainda nem são atendidas por serviços básicos, como o saneamento, mas a internet já está lá tirando moradores do isolamento e gerando emprego. É o caso do povoado Santa Teresa, a 80km do município de Lagoa do Barro, a 463km ao Sul de Teresina. Na comunidade, hoje todos os prédios públicos possuem internet, como escolas, por exemplo. O feito é graças ao investimento do empresário Ernandes Sousa, que viu nas dificuldades de se conectar ao mundo, uma oportunidade de inovar.

“O cliente nos procura e a gente vai até a comunidade e faz um estudo. A gente mapeia as casas e discute um ponto de viabilidade para instalar uma torre para atender a comunidade”, disse Ernandes ao Viva Piauí que Trabalha.

O primeiro investimento foi em uma lanhouse, que logo se transformou em provedor de internet. “Eu consegui trazer uma lanhouse para a localidade e posto telefônico, foi aí onde comecei a atender a comunidade, os caminhoneiros do posto fiscal, mas depois as pessoas começaram a querer internet nas suas casas”, lembra.

Os pequenos provedores de internet chegam hoje a locais onde os gigantes da comunicação não têm interesse no mercado. Eles já ocupam 78% das cidades brasileiras. A empresa de Ernandes, por exemplo, gera 9 empregos com mão de obra local. Para a professora Lourdes Maria, a internet trouxe novos autores para a escola.

“A gente não tinha recursos, era apenas o livro. Hoje temos novos pontos de vista, novos autores”, comemora.

Energia limpa

Além da internet, o setor de energia limpa também tira regiões do sertão piauiense do isolamento. A produção de energia eólica e solar tornou o Piauí referência. Em Lagoa do Barro, um empreendimento fabrica torres de energia, gerando emprego e renda, além de sonhos.

O estado produz hoje 60% mais energia do que produz. Só dos ventos é o 5º no país. Segundo a Secretaria de Mineração e Petróleo do Piauí, só com energia eólica há 60 empreendimentos em operação, 9 em construção e 19 a construir. Já com energia solar são 9 empreendimentos em operação, 14 em construção e 9 a construir.

Fonte: Hérlon Moraes / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais