Enfermeiros promovem manifestação no centro de Picos

As enfermeiras e enfermeiros trocaram os jalecos brancos pelas blusas e camisetas pretas e promoveram uma manifestação no centro comercial de Picos na manhã desta terça-feira, 10. O objetivo do protesto, que contou com a participação de profissionais e acadêmicos da área, foi protestar contra uma liminar conseguida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) que limita as ações das equipes de enfermagem, especialmente nos setores onde acontece a atenção básica, ou seja, os postos de saúde.

O conselheiro do Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (COREN), Nero Francisco, informou que a liminar do CFM impede os enfermeiros de realizem ações como solicitar e realizar alguns tipos de exames básicos, pré-natal para as gestantes, administração de vacinas. “Isso nos foi assegurado pelo Ministério da Saúde e quem será mais prejudicada é a população, pois este é um mês de combate ao Câncer de Mama e do Colo do Útero”, declarou.

A manifestação percorreu as principais ruas e avenidas do centro da cidade e se concentrou em frente de algumas clínicas. Ações como essa estão acontecendo em todo o país.

Para o enfermeiro Nero Francisco a medida favorece os médicos, uma vez que fragiliza os postos de saúde da família. Assim, as pessoas terão de se descolar para as clínicas particulares. “Os atendimentos vão cair 95% nos postos de saúde e quem sofre são os mais carentes”, protestou.

Enfermeiro Nero Francisco

A enfermeira que representa o COREN no Conselho Municipal de Saúde de Picos, Tânia Lúcia, argumentou que a liminar conseguida pelo CFM é um retrocesso para o Sistema Único de Saúde (SUS). Ela prometeu que novas manifestações serão realizadas na cidade de Picos.

Enfermeira Tânia Lúcia


Fonte:CidadeVerde
Compartilhar:

Por: Júnior Oliveira

Diretor Geral