27.9 C
Piauí
17 de outubro de 2021
Cidades em Foco
Geral Saúde

Estado deve garantir tratamento contra câncer, diz Margarete

“A mulher tem o direito a fazer todos os exames pela rede pública gratuitamente”, afirmou a vice-governadora Margarete Coelho (PP) durante a caminhada do Outubro Rosa, que ocorreu na manhã desde domingo (9) e alerta para a prevenção e combate do câncer de mama. Margarete também alertou que as mulheres precisam reforçar junto aos profissionais de saúde a requisição de solicitação médica para a realização do exame da mama.

“Essa caminhada cumpre o papel de chamar a atenção da mulher para a necessidade de fazer os exames e também do direito que ela tem de acessar os serviços públicos desde o tratamento preventivo até a questão restaurativa com o direito de fazer a plástica de mama pelo Sistema Único de Saúde”, disse a vice-governadora.

Ela lamentou que em muitos casos os mamógrafos distribuídos pelo Estado, principalmente no interior, não estão sendo aproveitados como deveria.

“Aqui na capital nós sabemos que as mulheres têm acesso aos mamógrafos com mais facilidade, é preciso que elas estejam em alerta para exigir do médico que solicite os exames já que o nosso desafio hoje é esse também. No interior, temos oito mamógrafos. Acontece que, muitas vezes, esses equipamentos estão sendo subutilizados porque não existe solicitação médica. Por isso, um ponto importante dessa caminhada é esse de que, além de nós alertarmos para a necessidade de fazer o exame, é também esse de cobrar dos médicos que solicitem a requisição do exame”, declarou.

A caminhada integra o calendário do Outubro Rosa, que em 2016 completa 10 anos. Ao todo, 524 mulheres estão em tratamento desse tipo de câncer no Piauí. Desse total, 39% residem em Teresina, 13% de outros municípios e 8% de outros estados. O INCA estima o diagnóstico de 57 mil casos novos de câncer de mama em 2016.

O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece cirurgias oncológicas (mastectomia, conservadoras e reconstrução mamária), radioterapia e quimioterapia. Em 2015, foram feitas 18.537 mastectomias e cirurgias conservadoras, 2,9 milhões de procedimentos de radioterapia e 1,4 milhão de sessões de quimioterapia, além de 3.054 cirurgias de reconstrução mamária.

 

 

Fonte: Carlienne Carpaso / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais