24.1 C
Piauí
21 de março de 2019
Cidades em Foco
Geral Piauí

Ex-prefeita e empresários suspeitos de fraude são presos em operação no Piauí

Empresários e agentes políticos foram presos durante operação “Poço sem Fundo” deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado no Piauí (Gaeco) e Polícia Civil do Piauí.

O Ministério Público Estadual confirmou que a ex-prefeita do Brejo do Piauí, Márcia Aparecida Pereira da Cruz, está entre os seis presos até o momento. Os empresários identificados como Adcarliton Valente Barreto e Valdirene da Silva Pinheiro, donos de uma construtora, também foram presos suspeitos de fornecerem notas frias para o esquema.

Os mandados judiciais estão sendo cumpridos em Teresina, Brejo do Piauí e Canto do Buriti. Buscas e apreensões estão sendo feitas em empresas e escritórios de contabilidade.

A operação foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (13) e visa desarticular organização criminosa voltada à prática de crimes contra a administração pública, fraudes em licitações e crime de organização criminosa.

A investigação apontou esquema de desvio de recursos de municípios relacionados à manutenção de poços para fornecimento de água para a população rural.

Márcia Cruz foi prefeita em Brejo entre os anos de 2013 e 2016 e foi detida na cidade. Ainda não há confirmação se será trazida a Teresina.

Os mandados judiciais são de busca e apreensão e prisão temporária. Os promotores José William Luz, de Canto do Buriti e Rômulo Cordão, coordenador do Gaeco, são os responsáveis pela operação e estão na região de Canto do Buriti participando da operação.

Graciane Sousa e Caroline Oliveira
redacao@cidadeverde.com

Notícias relacionadas

Piauienses são citados em delação de ex-diretor da Odebrecht

Junior Oliveira

Procura por testes de DSTs aumenta 30% em Picos no período pós-carnaval

Junior Oliveira

Greco já prendeu 23 pessoas suspeitas de explodir caixas eletrônicos no Piauí

Junior Oliveira

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais