31.9 C
Piauí
14 de dezembro de 2019
Cidades em Foco
Geral Piauí

Fábrica de torres em Lagoa do Barro vai atrair mais investimentos em energia eólica para o Piauí

O governador Wellington Dias participou, nesta sexta-feira (06), da inauguração das instalações da fábrica de torres eólicas Acciona/Nordex, no município de Lagoa do Barro. A empresa fabricará insumos para abastecer os parques éolicos do estado.

Na ocasião, o governador fez uma visita técnica para conhecer a estrutura da indústria. “A fabricação de torres traz a garantia de energia para o Piauí, além de emprego e renda. É desenvolvimento a partir de energia limpa. Quem conhece essas regiões sabe o tamanho da transformação positiva causada pela chegada desse investimento. E é só o começo, outros investimentos já são previstos”, destacou Wellington.

O Complexo Eólico de Lagoa do Barro terá oito parques e potência instalada de 195 MW (megawatts), gerados por 65 aerogeradores distribuídos em uma área de 2.854 hectares. Foram investidos no empreendimento cerca de R$1 bilhão e a previsão é de que o parque entre em atividade no mês de maio.

A empresa Acciona/Nordex irá atuar em parceria com a Atlântic, que já tem instalado um parque eólico que irá utilizar 78 torres. Cerca de 500 empregos diretos e 1500 indiretos serão gerados, com cerca de R$ 800 mil movimentando a economia da região.

“É uma honra fazer parte desse projeto que trará tantas coisas boas para a região e população. Eu sou um dos beneficiados e acredito que muitos terão as suas vidas melhoradas”, disse o piauiense James Batista, funcionário da empresa Acciona/Nordex.

Para o secretário de Estado da Mineração, Luís Coelho, o momento é histórico para o Piauí. “Essa fábrica dará uma logística favorável para que outros parques possam surgir na região. E estamos falando de uma região do semiárido castigada ao longo do tempo pela seca. É impressionante ver como o nosso Piauí tem oportunidades de crescimento e passará a ser um dos grandes estados do nordeste”, pontuou o gestor.

 

Fonte: Ascom

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais