Flávia Cunha é a primeira advogada trans do Piauí

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Piauí (OAB-PI) entregou na noite da quarta-feira (6) carteira à primeira advogada trans do Piauí. Na ocasião, a vice-presidente da entidade, Dra. Alynne Patrício, conduziu a entrega, vista como um marco na advocacia piauiense. O presidente da Ordem, Celso Barros Neto, também participou do ato.

A transexual Flávia Vallenares Cunha é pioneira no estado a receber a carteira da OAB com nome social. A solenidade, realizada na sede da entidade, foi prestigiada pela deputada federal Iracema Portella (Progressistas) e marcou a efetivação dos direitos da população LGBTTQ. Nas redes sociais, a deputada também parabenizou a advogada.

Após fazer a entrega da carteira para a trans Flávia Cunha, a vice presidente da OAB-PI, Alynne Patrício, destacou a importância dessa conquista. Ela lembrou que o Piauí é o 13º estado do país a emitir carteira com nome social e mencionou o fato do Brasil ser uma das nações onde mais violentas para o público LGBT.

“Nosso país infelizmente é o país em que mais se mata travesti e transexual. Então, a conquista da Flávia de ser a primeira advogada Trans do Piauí deve ser comemorada, pois o Piauí é o 13º estado a emitir uma carteira com nome social. Ainda há muito o que se fazer pela efetivação dos direitos e garantias fundamentais da população LGBT”, disse.

Fonte: Politica Dinâmica