25.2 C
Piauí
4 de outubro de 2022
Cidades em Foco
GeralPolítica

Geraldo Carvalho propõe dobra no orçamento da Uespi e melhoria na mobilidade urbana

Foto: Renato Andrade/ Cidade Verde

O candidato a governador Geraldo Carvalho (PSTU) afirmou nesta quinta-feira (22) que, se for eleito, vai dobrar o orçamento da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e que abraçará como prioridade o projeto que tem como objetivo dar autonomia financeira para a instituição. As declarações foram dadas em entrevista ao Notícia da Manhã. 

“A Universidade Estadual não tem um orçamento próprio, é nossa tarefa dotar a universidade de um orçamento próprio e é preciso dobrar o orçamento da Uespi. É uma universidade que tem 16 mil estudantes e servidores e não tem uma biblioteca, não tem restaurante e nem professor”, declarou 

Geraldo Carvalho também sinalizou que, se assumir o Palácio de Karnak, vai redesenhar a distribuição da fatia do Orçamento Anual do Estado. Uma destas alterações seria uma inversão entre o que recebe a Uespi e a Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). 

“O orçamento da Uespi hoje é a metade do orçamento da Assembleia Legislativa”, criticou.

TRANSPORTE PÚBLICO

Geraldo Carvalho também prometeu criar uma Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo. Segundo ele, o plano é que a modalidade funcione de maneira integrada com o metrô da capital e também possa rodar em cidades pólo, como Parnaíba e Piripiri, Picos e Floriano. 

“É função de o estado oferecer um transporte de qualidade para a população e Teresina não cumpre esse papel, porque esse serviço está entregue ao setor privado”, afirmou. 

EMPREGO E RENDA

Para geração de emprego e renda, o candidato do PSTU defendeu investimentos em novas obras públicas,  educação, e também a redução da jornada de trabalho de servidores públicos e privados. 

“A nossa campanha é de cima abaixo da pirâmide, estamos discutindo uma eleição, apresentando um projeto para a classe trabalhadora”, explicou. 

Por outro lado, ele criticou investimentos feitos pelo Governo do Estado em setores como o agronegócio e geração de energia eólica. 

“O Estado investe pouco em infraestrutura e quando investe vai para o agronegócio, mineradora, para a energia eólica, para as grandes empresas”, acrescentou. 

VERA LÚCIA 

Geraldo Carvalho ainda reforçou o apoio à candidata a presidência Vera Lúcia (PSTU) e defendeu a transição brasileira para um modelo. 

“A nossa campanha é uma campanha só de cima abaixo, nós estamos discutindo um projeto de sociedade. É obrigação os candidatos tem que fazer isso, ter um projeto de sociedade, que apresentem esse projeto, estamos apresentando esse projeto de um Brasil socialista”, declarou. 

Confira entrevista 

Paula Sampaio
redacao@cidadeverde.com

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais