24 C
Piauí
18 de maio de 2022
Cidades em Foco
Geral Picos Política

Gil Paraibano se filia ao PP e confirma pré-candidatura

O empresário e ex-prefeito de Picos Gil Marques de Medeiros, o Gil Paraibano, assinou neste sábado (4) a ficha de filiação ao Partido Progressista. A solenidade teve início por volta das 10h30 na Câmara Municipal de Picos. Entre os presentes estavam os senadores Elmano Ferrer (PTB) e Ciro Nogueira (PP); a vice-governadora Margarete Coelho (PP); o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi; a deputada federal Iracema Portela (PP); o deputado federal Mainha (SDD); a deputada estadual Belê Medeiros (PSB); e outras lideranças políticas do estado e da macrorregião de Picos.

O senador Ciro Nogueira, presidente nacional da sigla, afirmou que a filiação de Gil Paraibano ao partido é a realização de um sonho e acrescentou o desejo de que o empresário dispute as eleições municipais no ano que vem. “É uma liderança que tem tudo para se transformar no próximo prefeito de Picos. Se depender do partido, ele é o candidato para as eleições de 2016”, pontuou o senador.

E foi com ar leve e sorridente que Gil Paraibano recebeu o carinho dos correligionários e se mostrou pronto para enfrentar mais uma disputa eleitoral. Agora, filiado ao Partido Progressista, ele acredita que esse objetivo está mais próximo. “Estou me filiando hoje ao partido, vamos ver as composições que vamos fazer e vamos trabalhar”, assegurou.

Paraibano ainda endossou as críticas recentes feitas à administração do ex-prefeito Kleber Eulálio, que deixou o Palácio Coelho Rodrigues no último dia 14 de junho para assumir o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI). “Se nós tivermos duas administrações como essa, o município não aguenta (sic). Nós vamos perder terreno, o progresso não chega porque se o município não está bem, o povo não está bem”, afirmou, acrescentando que “é preciso pensar grande”.

Pela democracia

Quem também compareceu à cerimônia foi o atual prefeito de Picos, Padre Walmir Lima, que destacou a liberdade de escolha e filiação de Gil Paraibano. “Ele tem o direito de fazer escolhas, se projetar e se planejar. E a gente como cidadão reconhece isso e apoia as opiniões das pessoas. Estamos aqui para reconhecer que esse é um ato democrático e a gente como prefeito precisa estar presente, como chefe do executivo do município”, disse Padre Walmir.

O gestor ainda confirmou que mantém expectativas pessoais para uma possível reeleição em 2016. “Acho que seria hipocrisia minha dizer que quando uma pessoa está no exercício de mandato de prefeito de um município, tendo o seu partido uma liderança no Estado, como o governador, e na União, como a presidenta, não se pensar na eleição seria uma hipocrisia minha. Nós estamos trabalhando, nosso propósito é trabalhar a ponto de ser aceito e ser acolhido em uma reeleição”, frisou.

Não apareceu

Uma das presenças mais aguardadas na solenidade de filiação era a do governador Wellington Dias, que acabou não comparecendo. À imprensa, Gil Paraibano afirmou ter recebido uma ligação do governador explicando que faltaria por razões pessoais. “Ele me telefonou. Está com uma filha em Brasília e me telefonou justificando porque não poderia estar hoje aqui. Estava certo de vir, mas por motivo superior não pôde”.

A ausência do governador, segundo Padre Walmir Lima, não foi atendendo a qualquer pedido que tenha feito. “Queria eu ter esse poder de estar vetando ou liberando a presença do governador. Ele deve ter outros compromissos e achou conveniente não estar presente, a gente aceita e acata”, frisou.

Mesmo assim, Padre Walmir confessou ter ficado contente com o não comparecimento de Wellington Dias e assumiu que seria desconfortável a sua presença à solenidade de filiação do adversário político. “Ele teria liberdade de estar presente, mas eu não ia encarar como natural. Ele é livre para poder vir ou não, fiquei feliz por ele não estar presente”, finalizou.

 

 

Fonte: Grande Picos

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais