22.7 C
Piauí
24 de maio de 2019
Cidades em Foco
Geral Polícia

Golpista compra carro com cheque sem fundo e tenta subornar policiais com R$ 500 em Picos

Um suspeito de aplicar golpes na compra e revenda de veículos foi preso em Picos ao tentar repassar um carro comprado em Teresina com um cheque sem fundos. A prisão ocorreu na tarde de terça (14) e, de acordo com o tenente coronel Edwaldo Viana, comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar, o preso chegou a subornar os policiais oferecendo R$ 500 para escapar do flagrante.

O preso foi identificado como Leandro Pereira Rossine. Segundo o coronel Viana, o golpista é conhecido na região de Picos, e em algumas cidades do Ceará e da Bahia.  A denuncia do golpe em Picos chegou aos policiais por meio de uma denúncia anônima. Uma equipe se deslocou até o local onde o suspeito se encontrava com o carro, no Centro, e constatou a situação.

“Acontece que ele comprava um carro, dava um cheque sem fundos e logo em seguida – antes da pessoa que vendeu o carro para ele percebesse o golpe – revendia o veículo para outra pessoa. Nós o pegamos nessa atitude”, comentou o coronel.

O comandante ressaltou que as equipes da Inteligência Polícia Militar e da Polícia Civil já seguiam pistas da atuação dele na região de Picos.  Leandro foi preso por estelionato, porte de documentos falsos e corrupção ativa.

Além disso, o coronel comentou que o Leandro usava a internet para atrair as vítimas para o golpe.

“Quando ele foi preso, tentou subornar os policiais. Ele foi autuado em flagrante e está à disposição da Justiça. O verdadeiro dono do veículo já está em Picos para receber o veículo. Para se ter uma ideia, ele comprou o carro em Teresina em um dia e no outro dia revendeu aqui em Picos”, acrescentou o coronel.

Orientação

O delegado Everton Férrer, coordenador do Delegacia de Polícia Interestadual (Polinter), declarou que os proprietários e possíveis compradores de veículos precisam ter atenção ao fazer negócios, principalmente pela internet.

Férrer citou alguns cuidados a serem tomados: os compradores devem verificar a situação legal do veículo (podendo ir até a sede da Polinter, no bairro Dirceu Arcoverde em Teresina) para evitar a compra de um carro oriundo de roubo/furto.

Em relação aos que desejam vender o  veículo, Férrer destacou que é preciso aguardar a compensação do cheque ou a conclusão da transferência bancária para a conta antes de repassar o veículo ao potencial comprador.

“A pessoa precisa tomar essas precauções como ir ao banco checar se  o dinheiro realmente está na conta, e não acreditar  em meros comprovantes de transferência enviados via aplicativo ou mostrados pessoalmente. É bom até falar com o gerente para se certificar e não ter dúvidas”, disse o delegado.

Férrer esclareceu que em casos de estelionato, golpes com cheque sem fundo na venda de veículos, as vítimas precisam buscar por atendimento no distrito policial da área em que ocorreu a transação comercial. A Polinter investiga apenas os casos de furto/roubo de veículos.

Carlienne Carpaso / CidadeVerde

Notícias relacionadas

População de Sussuapara comemora os 21 anos de emancipação política do município; Veja fotos!

Junior Oliveira

FOTOS: Show da Banda Exótica e Luan e Forró Estilizado na XXXIII Festa dos Vaqueiros em Conceição do Canindé; Veja!

Junior Oliveira

Prefeitura promove grande festa para as crianças de Lagoa do Barro do Piauí

Junior Oliveira

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais