22.7 C
Piauí
24 de maio de 2019
Cidades em Foco
Geral Política

Governo começa a mapear terras do estado em janeiro de 2016; Saiba mais!

O governo do Piauí, através do Instituto de Terras do Piauí (Interpi), começará em janeiro do ano que vem o mapeamento por satélite das terras do estado. As medições serão feitas através de Georeferenciamento – que são imagens de satélites precisas. Com a delimitação das terras, as escrituras serão expedidas pelos cartórios.

“A falta de regularização fundiária do Estado transmite insegurança jurídica para as pessoas e empresas. Elas não vêm ao Piauí para investir. Quando nós regularizarmos fundiariamente o Estado, nós daremos segurança jurídica para as nossas empresas e pessoas e elas começarão a investir mais pesadamente “, garante o diretor do Interpi, José Osmar Alves.

A primeira área mapeada será a região Sul. O estado quer saber com exatidão quanto há de terras públicas e privadas. A previsão é que no sul do Piauí haja 3,5 milhões hectares de terras públicas e 2,5 milhões de hectares já estariam ocupados .

Segundo o Interpi, se área ocupada for pública e estiver produzindo as famílias não será removidas. “Se estiver dando a função social da terra, se estiver produzindo, não há risco de sair”, declarou.

Na grande Teresina, o Interpi está finalizando um convênio com o IFPI para mapear as terras da região.

 

 

Fonte: Hérlon Moraes / Cidade Verde

Notícias relacionadas

Governo do Piauí quer levar 36 mil servidores para o INSS

Junior Oliveira

PT terá a difícil missão de escolher candidato para Prefeitura de Teresina, diz Assis Carvalho

Junior Oliveira

Audiência pública sobre reforma da previdência reúne centenas de pessoas em Simplício Mendes

Junior Oliveira

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais