29.9 C
Piauí
6 de fevereiro de 2023
Cidades em Foco
ConcursosEconomiaGeralPolítica

Governo estuda nova reforma, mudar planos de carreiras e prevê concursos

Fotos: Renato Andrade/Cidadeverde.com

O novo secretário de Administração (Sead), Samuel Nascimento, confirmou que o governo pretende fazer mudanças no organograma da máquina pública e estuda adequar planos de cargos e carreiras dos servidores. Outra garantia é a realização de concursos públicos.

Em entrevista ao Jornal do Piauí nesta terça-feira (3) Samuel Nascimento disse que as demais secretarias estaduais estão realizando um diagnóstico para identificar eventuais déficits de servidores efetivos

“Os concursos serão planejados. A superintendência de gestão de pessoas já está ouvindo cada um dos secretários sobre as demandas de pessoal efetivo. A gente sabe que há necessidade de ter carreiras públicas que tragam segurança e continuidade nesses projetos que serão iniciados neste governo” ; afirmou o secretário.

Outra medida que está sendo tratada neste começo de gestão diz respeito aos planos de cargos e carreiras de diversas categorias do serviço público estadual. Segundo o gestor, a iniciativa é uma das metas iniciais da Sead em 2023 e será amplamente discutida com as entidades representativas de cada categoria.

“São 26 leis específicas de carreiras de servidores do estado que precisam ser tratadas cada uma. Tudo isso será desenhado para que os novos concursos, assim como na segurança pública, também na área de planejamento e governo sejam colocados à disposição dos gestores”, pontuou Samuel Nascimento.

Reforma

Por fim, o secretário revelou mudanças que devem ser implementadas na estrutura administrativa da gestão estadual. Ele explicou que as alterações estão ligadas principalmente à implantação de um governo mais digital, uma das bandeiras de Rafael Fonteles (PT) durante a campanha eleitoral do ano passado.

“Há uma possibilidade de reformas ainda neste primeiro semestre para, por exemplo, criação do Comitê Gestor do Governo Digital, que será presidido pelo governador. Terá uma estrutura administrativa complementar, em que os chefes das pastas ligadas ao planejamento central do governo, junto do governador, tomar decisões que possam ser aplicadas em todas as secretarias”, concluiu Samuel Nascimento.

Fonte: Breno Moreno / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais