23.3 C
Piauí
18 de agosto de 2019
Cidades em Foco
Geral Política

Grupo de senadores vai propor incluir estados e municípios na reforma

O senador Elmano Férrer (Podemos) informou nesta terça-feira (16) que um grupo de senadores vai apresentar uma Proposta de Emenda a Constituição (PEC) que incluirá os estados e municípios na reforma da Previdência. A reforma foi aprovada em 1° turno na Câmara e deverá ser encaminhada ao Senado após segunda votação na semana passada.

Elmano disse que apoia a ideia que é de votar no Senado Federal uma PEC paralela. A proposta tem como simpatizantes os senadores Tarso Jereissati (PSDB/CE), que é relator da reforma, e Simone Tebet (MDB/MS).

Em entrevista ao Jornal do Piauí nesta terça-feira (16), Férrer disse que os senadores irão respeitar a proposta dos deputados sugerindo uma proposta complementar. “Não vamos mexer. Paralelamente ao projeto da Câmara vai tramitar outro que inclui estados e municípios no projeto da nova previdência pública e privada no país”, informou Elmano.

Para o senador, a nova reforma previdenciária sem a participação dos estados seria incompleta. “Não podemos deixar de reconhecer que há um déficit em todos os 23 estados e os municípios de mais de R$ 100 bilhões por ano. Então seria uma reforma pela metade, no meu entendimento a casa da federação do senado vai ser protagonista nesse processo de inclusão dos municípios na nova reforma”, disse.

Reforma Tributária

Além da previdência, os senadores se articulam para a aprovação da reforma tributária. Segundo Férrer, o momento político atual possui o que chamou de “consciência política” para a aprovação de grandes reformas. Ele defende uma nova pactuação do sistema federativo onde sejam priorizados os estados e municípios, atualmente em situação fiscal dramática.

O senador piauiense afirma que o “município é a essência federativa” e reitera a linha de discurso do presidente Jair Bolsonaro. “Mais Brasil, quer dizer, mais estados, muito mais municípios e menos esta realeza, esta ilha da fantasia que é Brasília”, criticou.

 Eleições municipais

Sobre a proximidade com o presidente e a possibilidade de representar o projeto do PSL nas eleições municipais de Teresina, Elmano argumenta: “Se o povo quiser, o ‘vein’ aqui, este ‘vein’, está disposto a tudo, um instrumento do povo. Tudo é possível acontecer num momento oportuno”.

O senador, que ainda tem três anos e meio de mandato, lembrou dos crescentes investimentos da União que têm sido destinados ao estado, como a duplicação das rodovias federais na capital e a ponte no Sul do estado. “Nós já colocamos emendas em 202 municípios do estado”, acrescentou. A articulação do senador com o governo federal é uma das apostas para as eleições municipais de 2020.

Fonte: Valmir Macêdo / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Em Marcolândia, Lula adverte: “eles é que estão querendo que eu volte”

Junior Oliveira

Conheça a história emocionante por trás da mulher das ‘fotos esquisitas’

Junior Oliveira

Confira programação da Festa do Vaqueiro em Simplício Mendes

Junior Oliveira

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais