37.4 C
Piauí
24 de outubro de 2020
Cidades em Foco
Destaque Geral Saúde

Hospitais do Piauí conquistam premiações nacional e internacional

Equipe de profissionais do Hospital Regional Justino Luz, em Picos.

O Piauí foi o estado do Nordeste que mais investiu, por habitante, na área da saúde em 2019, segundo dados do Conselho Federal de Medicina (CFM). O total aplicado somando as instâncias federal, estadual e municipal foi de R$ 1.139,58 para cada piauiense.

O resultado desses investimentos são as melhorias na oferta de serviços e atendimentos em toda a rede hospitalar do estado, assim como, o reconhecimento que os hospitais vêm conquistando. Duas experiências exitosas ganharam destaque nacional e internacional recentemente. Os hospitais Getúlio Vargas (HGV), em Teresina, e Justino Luz, em Picos, ambos administrados pela Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh), receberam duas premiações importantes para o Piauí, concorrendo com unidades hospitalares de todo o Brasil.

O HGV, maior unidade hospitalar pública do estado, ficou em quarto lugar geral na Gincana Maratona Todos Seguros, realizada com mais 51 hospitais do país.  A competição foi uma ação do Projeto Paciente Seguro, promovida pelo Proadi-SUS, do Ministério da Saúde, onde a casa também conquistou o primeiro lugar no quesito realização de cursos para seus colaboradores.

O presidente da Fepiserh, Pablo Santos, comentou o resultado positivo do HGV na gincana. “O Governo do Estado, por meio da sua Fundação Hospitalar, está investindo em estruturação, modernização do parque tecnológico e capacitação de suas equipes, assim como, na segurança do trabalho, assegurando proteção e um ambiente salutar para colaboradores, pacientes e acompanhantes, o que levou a essa posição de destaque neste campeonato do bem realizado pelo Proadi-SUS. Vale ressaltar o grande empenho das equipes do hospital e do diretor Gilberto Albuquerque que foram essenciais para que essa experiência lograsse êxito”, avalia Santos.

Pablo Santos, presidente da Fepiserh.

O diretor-geral do HGV, Gilberto Albuquerque, destaca que o hospital faz parte do Projeto Paciente Seguro desde dezembro de 2016 e participa ativamente das ações, com engajamento dos seus colaboradores nas boas práticas do cuidado com o paciente.

Equipe de profissionais do Hospital Getúlio Vargas, em Teresina.

A outra premiação foi para o Hospital Regional Justino Luz, em Picos, cidade que assiste uma macrorregião que abrange mais de 40 cidades e 500  mil habitantes, que foi contemplado com o certificado “Ready Hospital Awarded to 2020”, em reconhecimento ao comprometimento da unidade de saúde e profissionais com a qualidade do atendimento a pacientes com acidente vascular cerebral (AVC).

O Ready Hospital Awarded To é um prêmio que contempla ideias e soluções terapêuticas inovadoras em saúde acessíveis à população de forma sustentável, entregue pela Comunidade Angels, uma iniciativa do laboratório Boehringer Ingelheim, gigante farmacêutica alemã que opera globalmente com 145 afiliadas no mundo. O Angels, organização que avalia os hospitais participantes, é um grupo internacional que surgiu na Alemanha, com representantes no Brasil, que tem como objetivo aperfeiçoar o atendimento de pacientes que chegam às urgências, vítimas de AVCs.

O diretor-técnico do Hospital Justino Luz, neurologista Tércio Luz, explica como o hospital conseguiu conquistar esse certificado de referência em atendimento a pacientes vítimas de AVC. “Em janeiro de 2020, o primeiro paciente com AVC isquêmico foi trombolisado e a partir daí conseguimos, ao longo deste ano, fazer 13 trombólises, um número altíssimo tendo em vista a capacidade de atendimento do hospital, que atende mas de 40 municípios da macrorregião de Picos”, conta.

Tércio Luz explica como acontece o tratamento. “A trambólise é uma medicação venosa feita no paciente na chegada ao hospital, ainda no início dos sintomas e até quatro horas e meia após, que permite a abertura do vaso cerebral, evitando, assim, sequelas graves e salvando vidas”, conta o médico.

Para submeter-se ao reconhecimento, o Hospital Justino Luz submeteu dados de pelo menos 30 pacientes de AVC consecutivos na plataforma SITS QR Registry, que o tornou elegível ao prêmio. Com base no seu desempenho relativo a várias medidas, a unidade de saúde foi reconhecida como apta para o atendimento satisfatório de AVC, dos critérios de registro exigidos, oferecendo a estrutura necessária e monitoração dos dados dos pacientes.

Além do prêmio, os profissionais envolvidos serão apoiados para reunirem e se relacionarem com equipes de outros hospitais, para troca de boas práticas na área e partilharem aprendizagens que os irão ajudar a implementar e acelerar as melhorias para os pacientes.

As equipes de profissionais do Hospital Regional Justino Luz envolvidas no atendimento de pacientes com AVC passaram por treinamento nos meses de julho e agosto com instrutores do Instituto Angels. Com isso, foi possível diminuir o número de mortalidade desses pacientes e também de sequelas graves da doença.

Pablo Santos enfatiza que a premiação é fruto do empenho de todos, equipes e gestores. “O Hospital Justino Luz é o primeiro no estado do Piauí a receber esse reconhecimento internacional e se tornar referência no tratamento de AVC, sendo que, grandes hospitais de outros estados só conseguiram essa certificação após dois anos de trabalho e nós alcançamos em seis meses. Nossas equipes estão de parabéns pela dedicação e compromisso em oferecer serviços de forma eficiente à população do Piauí, especialmente da região de Picos”, pontua o presidente da Fepiserh.

Fonte: Ascom

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais