33.1 C
Piauí
21 de junho de 2021
Cidades em Foco
Destaque Geral Oeiras Sem categoria

Incêndio no Morro do Leme em Oeiras pode ser criminoso, diz prefeito Zé Raimundo

Um incêndio atingiu o Morro do Leme, ponto turístico em Oeiras, no início da noite de ontem (09), e assustou à população que mora no entorno da área. O Morro do Leme é um dos principais cartões postais de Oeiras. Lá fica a imagem de Nossa Senhora da Vitória, padroeira de Oeiras e do Piauí.

Como o fogo estava na parte de cima do morro, o incêndio era visto pela população em vários bairros da cidade. 

O prefeito Zé Raimundo disse que há uma cultura de queimada de entulho na região e isso pode ter favorecido ao incêndio. “Todo ano acontece isso. em virtude disso, pode ser que o incêndio seja criminoso, que atingiu a vegetação que está seca e não teve nenhum prejuízo material ou comprometimento da estrutura da estátua. As torres de comunicação foram desligadas por precaução”, disse o prefeito.

Ele informou que próximo ao morro tem um posto de combustível e houve uma preocupação para evitar a propagação do fogo até lá. “Colocamos brigadistas de plantão no posto de combustível para evitar qualquer incidente”, disse.

A cidade não dispõe de grupamento do Corpo de Bombeiros. A Gerência Municipal de Meio Ambiente foi acionada e enviou um carro-pipa ao local para controlar as chamas.

O prefeito informou ainda que, o município trabalha com brigadistas treinados e que não tem sede do Corpo de Bombeiros. Em caso de incêndio de grandes proporções é chamado os bombeiros de Picos ou Floriano.

Segundo relato de moradores, o incêndio teve início por volta das 17h e se alastrou rapidamente, devido a vegetação seca. Grande parte do Morro, que fica no bairro Oeiras Nova, foi atingido.

Por volta das 21h as chamas foram contidas. Ninguém ficou ferido.

Fonte: Cidade Verde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais