33.1 C
Piauí
21 de junho de 2021
Cidades em Foco
Destaque Geral

Jacobina do Piauí é beneficiada com mais de 300 cestas básicas do ‘Projeto Prato Cheio’

O município de Jacobina do Piauí foi contemplado com 301 cesta básicas através do projeto “Municípios: Prato Cheio para o Desenvolvimento”, que tem como objetivo amenizar a situação das famílias mais vulneráveis diante da crise sanitária causada pela pandemia do novo coronavírus.

A solenidade de entrega foi realizada de forma simbólica para apenas 11 famílias, em virtude, da pandemia do novo coronavírus e seguiu todos os protocolos de prevenção contra a Covid-19. A entrega dos alimentos aconteceu no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) na manhã desta quinta-feira, 13 de maio. Marcou presença o prefeito GD, o secretário municipal de juventude Chico Abreu e o presidente da APPM, prefeito da cidade e Francinópolis, Paulo César. 

O Prefeito de Jacobina do Piauí, GD, destaca a importância da ação para todas as famílias que serão contempladas com as cestas básicas. De acordo com o gestor, os alimentos vieram no momento certo, tendo em vista, que centenas de famílias estão sofrendo com os efeitos causados pela pandemia, principalmente as pessoas de baixa renda.

“A gente está precisando muito desse tipo de ação no nosso município. São mais de 300 famílias que serão beneficiadas com as ações do Prato Cheio, e a gente fica extremamente feliz por estar vendo essas ações sendo realizadas aqui no nosso município. Estaremos correndo atrás de outros tipos de ações para a gente conseguir beneficiar todas as famílias que necessitam aqui em Jacobina”, afirma.

Segundo o gestor do município, haverá uma logística de entrega das cestas básicas, sempre respeitando os protocolos de segurança contra a covid-19. Ele ainda frisa que todas as cestas foram adquiridas no comércio local, ou seja, ajudando o comerciante do município.

“Diante da pandemia, para não haver aglomeração, a Assistência Social do município estará ligando para todas as pessoas, para cada pessoa retirar a sua cesta básica, para não tem nenhum tipo de aglomeração nesse momento tão complicado. O programa tem como finalidade que os alimentos e produtos sejam comprados no comércio local, sendo que já serve para ajudar a economia do município”, disse GD.

O presidente do APPP, prefeito Paulo César, participou da cerimônia simbólica da entrega das cestas básicas e falou sobre a importância da iniciativa da APPM de desenvolver um projeto inovador, que já é executado a nível nacional.

“O projeto foi idealizado pela APPM, ainda na gestão do Presidente Jonas, um projeto que nasceu na APPM e que a CNM (Confederação Nacional de Municípios) adotou. Então, hoje o projeto acontece em todo o Brasil. A APPM e a CNM são parceiros nesse projeto, onde a CNM faz as doações de kits de alimentação para a população mais carente do Piauí […] O município é contemplado duplamente, pois a população é contemplada com os alimentos e o comércio local, pelo fato dos alimentos ser adquiridos no próprio município. Ou seja, volta a crescer a economia local”, ressalta.

Suzana Sousa foi contemplada com uma cesta básica. Ela aproveitou o momento e agradeceu todo o trabalho da APPM e da atual administração de Jacobina do Piauí, que segundo ela, sempre desenvolve ações para ajudar as famílias carentes do município.

“Quero agradecer a APPM por essa ação, ao nosso Prefeito GD, pelo seu empenho e dedicação, por sempre está buscando melhorias para o nosso município. Agradeço também a Secretaria de Assistência Social por estar sempre ajudando as famílias, pois a mesma tem ajudando muito, isso eu tenho vivido, pois eles sempre estão buscando meio de ajudar toda população de Jacobina”, finaliza Suzana. 

Sobre o projeto

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) e a Associação dos Membros de Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) com o apoio do Sebrae Nacional e da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp) se unem para criar a iniciativa “Municípios: Prato Cheio para o Desenvolvimento” com o objetivo de Mobilizar e coordenar financiadores para a mitigação dos efeitos do coronavírus, com ação direcionada à distribuição de itens essenciais, fortalecendo a cultura de solidariedade e da compra local, garantindo processo transparente.

O projeto tem como público-alvo os Municípios com menos de 50 mil habitantes e IDH baixo que se caracterizam como os mais vulneráveis do país e que tem maior dificuldade de acesso às políticas sociais. O projeto está sendo lançado em fases de acordo com uma ordem crescente de IDH e a quantidade de doações coletadas.

    

Por Wesley Monteiro / Cidades em Foco

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais