Jacobina promove mobilização no Combate ao Abuso e Exploração de Crianças e Adolescentes

O Conselho Tutelar de Jacobina do Piauí com o apoio da Prefeitura Municipal e das Secretarias promoveu na manhã desta quarta-feira, 18, uma grande mobilização de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. O evento teve inicio às 7h30 com uma passeata que saiu do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), e seguiu até o Espaço Festa no Centro da cidade.

No Espaço Festa foram desenvolvidas várias atividades e apresentações das escolas Petrônio Portela e Severo Rocha, sendo que foi explanado sobre a diferença entre abuso sexual e exploração sexual, estatísticas mais recentes sobre abusos. O evento contou com a participação da Prefeita Mocinha, da Vice-prefeita Chiquinha Melo, dos secretários municipais e da sociedade jacobinense.

IMG-20160518-WA0017
EQUIPE DE CONSELHEIROS TUTELARES DE JACOBINA DO PIAUÍ – FOTOS: JACIRENE SOUSA

Para a Conselheira Tutelar Jacirene Sousa, é de fundamental importância a realização desta campanha, a fim de que a comunidade se sensibilize quanto ao tema. “Foi um evento muito importante para a população, porque muitos se calam e não fazem a denúncia. O nosso objetivo é fazer com que as pessoas não se calem com esse tipo de crime”, a Conselheira finalizou lembrando sobre o caso da menina Araceli, que é símbolo desta campanha.

Por que dia 18 de Maio

No dia 18 de maio de 1973, uma menina de 8 anos foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada no estado do Espírito Santo. Seu corpo apareceu seis dias depois carbonizado e os seus agressores, jovens de classe média alta, nunca foram punidos. A data ficou instituída como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes” a partir da aprovação da Lei Federal nº. 9.970/2000.

Em maio de 2014 foi sancionada a lei que classifica a exploração sexual de criança, adolescente ou pessoa vulnerável como crime hediondo e prevê para o condenado uma pena de quatro a dez anos de detenção.

O que fazer ?

Quem presenciar ou souber de uma situação de violência pode fazer a denúncia pelo Disque Direitos Humanos – Disque 100. O serviço de atendimento telefônico gratuito, funciona 24 horas por dia, nos 7 dias da semana. As denúncias recebidas são analisadas, tratadas e encaminhadas aos órgãos responsáveis.

VEJA IMAGENS:

IMG-20160518-WA0011 IMG-20160518-WA0013 IMG-20160518-WA0014 IMG-20160518-WA0015 IMG-20160518-WA0016 IMG-20160518-WA0017 IMG-20160518-WA0019 IMG-20160518-WA0020 IMG-20160518-WA0021 IMG-20160518-WA0027 IMG-20160518-WA0028 IMG-20160518-WA0029 IMG-20160518-WA0030 IMG-20160518-WA0031Todas as matérias podem ser reproduzidas, desde que citadas as fontes. As fotografias, além da fonte, devem ser creditadas com o nome do autor.

Deixe uma resposta