36 C
Piauí
4 de outubro de 2022
Cidades em Foco
GeralInternacional

Justiça solta três tios de bebê que teria sido morto em ritual no Piauí

Foto: arquivo pessoal

A Justiça soltou duas tias e um tio do bebê Wesley Carvalho Ferreira,  de 1 ano e 9 meses, que está desaparecido desde o dia 29 de dezembro de 2021 e supostamente teria sido morto queimado em um ritual. Ao todo, 11 pessoas da família foram presas, sendo que sete já estão em liberdade. Os pais e os avós da criança estão com audiência de instrução e julgamento marcada.

O advogado da família, Smailly Carvalho, informou que o pedido de soltura foi feito com base na negativa de autoria e materialidade.

“Justificamos o pedido de soltura baseado na negativa de autoria e da materialidade. Não está evidenciado que nenhum deles participaram do suposto crime. Além disso não foram encontrados nem indícios de que a criança tenha sido assassinada. A família espera que a polícia tenha outras linhas de investigação”, disse o advogado Smailly Carvalho.

Nove meses após o sumiço não foram encontrados o bebê ou os restos mortais. A hipótese levantada é que a criança teria morrido de fome após  passar 14 dias em jejum como parte do ritual. Durante a investigação foi coletado que a família cultuava um profeta, um adolescente de 12 anos, que é membro da família e era considerado uma espécie de Deus.

Os pais e avós da crianças foram denunciados pelo Ministério Público por homicídio e ocultação de cadáver. A audiência de instrução está marcada para setembro.

“Já solicitei também a soltura dos meus outros constituintes. Faltam provas, faltam indícios. O que se tem no processo são acusações genéricas”, finaliza o advogado Smailly Carvalho.

 Fonte:Graciane Araújo / CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais