23.2 C
Piauí
12 de novembro de 2019
Cidades em Foco
Geral Política

Maia critica taxa de administração do FGTS e diz que Caixa “rouba” trabalhador

Entrevista do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ao programa Poder em Foco, do SBT, aumentou a polêmica quanto à gestão do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Maia afirmou que R$ 7 bilhões do lucro anual da Caixa Econômica Federal são “roubados” do trabalhador por meio da taxa de administração do Fundo.

Maia avalia que a taxa é muito alta e defende que, caso ela não seja reduzida, o governo deve abrir espaço para que outras instituições financeiras possam gerir o FGTS.

Para o parlamentar, o rendimento do FGTS não deveria ser utilizado pelo governo para subsidiar programas sociais, como o Minha Casa Minha Vida.

“Não é justo que o dinheiro do trabalhador, que é sócio deste fundo imenso que é o FGTS, seja usado como subsídio para construir a casa de outra pessoa”, disse. “Para o trabalhador, o FGTS pode ser a única poupança que ele tem”, declarou Maia.

Do CidadeVerde

Notícias relacionadas

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você está de acordo, continue navegando, aqui você está seguro, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais